TURISMO

Ciclorrotas de Mogi das Cruzes devem ter melhorias

As ciclorrotas da cidade devem receber melhorias no valor de R$ 395.930,91. O projeto da Prefeitura de Mogi das Cruzes foi aprovado pelo programa Município de Interesse Turístico (MIT), da Secretaria de Estado do Turismo. A proposta que recebeu apoio do Governo do Estado se refere ao ano de 2019.

O projeto cadastrado prevê a implantação de placas de sinalização e de lixeiras de alvenaria nas ciclorrotas do município. O objetivo é melhorar a visualização e a própria divulgação dessas rotas, além de solucionar os problemas com descarte irregular de lixo em estradas vicinais utilizadas por ciclistas. A sinalização visa ainda beneficiar pedestres, moradores do entorno e propriedades rurais que atendem turistas.

Também está prevista no projeto a construção de uma pista de pump track, em local ainda a ser definido, em diálogo e parceria com os coletivos de ciclistas na cidade. O projeto original previa a construção de duas pistas, sendo uma no parque Professora Botyra Camorim Gatti e outra no Leon Feffer, porém, com o contingenciamento por parte do Governo do Estado do valor máximo a ser destinado a cada município, a cidade terá que adequar as intervenções previstas. O valor inicialmente pleiteado pelo município era de R$ 600 mil.

“O que faremos agora é chamar uma nova reunião com os líderes dos coletivos, para estudarmos a alteração que precisaremos fazer no projeto, para então fazermos uma nova apresentação ao Governo do Estado”, explica o secretário municipal de Cultura e Turismo, Mateus Sartori.