HOMICÍDIO

Policial já indiciado aguarda julgamento

Rhuan Carlos dos Santos, de 20 anos, ainda ontem esperava por Justiça. No ano passado, em 3 de março, ele recebeu um tiro nas costas e a sua namorada Brenda Lima de Oliveira, de 20 anos, morreu após ser baleada. O autor dos disparos foi o policial militar Jhonatas Almeida Lima, de 21 anos. Ele efetuou os disparos da sacada de sua residência e alegou que havia sido ameaçado por causa de uma operação da Polícia Militar no Jardim Angela – depois de uma explosão na varanda, acreditou que estava tendo a sua casa atacada. O soldado viu duas motocicletas e começou a atirar.

Atualmente Jhonatas continua trabalhando, mas responde a inquérito na Polícia Militar e já foi indiciado por homicídio qualificado na Delegacia de Poá.

A família de Brenda Lima está inconformada. Logo depois do crime até denunciou à Corregedoria da PM, na Capital, que estava sendo ameaçada de morte por colegas do policial Jhonatas. O julgamento dele pela Justiça ainda não foi marcado.