IMPRESSÕES

A 35 é o Mercedes-Benz AMG de entrada, focado nos jovens endinheirados

O Mercedes AMG A 35 chega ao Brasil com motor 2.0 turbo de 306 cv de potência por R$ 280 mil (Divulgação)

A Mercedes-Benz do Brasil promoveu uma nova edição do AMG Performance Tour/AMG Private Lounge, no Autódromo Capuava, na de Indaiatuba (SP), e as novidades mais aguardadas eram os modelos A 35 AMG e GT C Roadster, que acabam de chegar ao Brasil. Novo “modelo de entrada” da linha AMG, o A 35 4Matic foi criado para conquistar clientes jovens (e ricos) que buscam design, desempenho e dirigibilidade superiores. A AMG foi criada em 1967 por dois ex-funcionários da Mercedes-Benz para transformar os carros da marca em modelos de competição para campeonatos de Turismo. A sigla vem do sobrenome dos sócios, Aufrecht e Melcher, e da cidade natal do segundo, Großaspach. Incorporada à Mercedes-Benz em 1990, além de desenvolver modelos de alta performance, a AMG comanda a equipe Mercedes-Benz na Fórmula-1.

O hatch vem com vários elementos de design que caracterizam a esportividade dos veículos AMG (Divulgação)

Desenvolvido sobre o hatch Classe A, que chegou ao Brasil no início de 2019, o novo A 35 4Matic tem o visual dianteiro caracterizado pela grade do radiador exclusiva da AMG, com lâminas duplas e identificação esportiva. Na lateral, se destacam as rodas de liga leve de 19 polegadas na cor preta, com acabamento fosco. Já o conjunto traseiro é dominado pelo avental posterior, com um novo difusor, quatro lâminas verticais e duas ponteiras redondas do escapamento esportivo. O modelo conta também com faróis em LED e, na versão Launch Edition, um grande aerofólio traseiro e spolier frontal.
O hatch é movido por um motor de 2.0 litros turbo de quatro cilindros, que entrega uma potência máxima de 306 cavalos. O torque máximo é de 40,8 kgfm, disponíveis a partir de 3.000 rpm. Combinado com a transmissão integral AMG Speedshift DCT 7G, de sete velocidades, leva o modelo a acelerar de zero a 100 km/h em 4,7 segundos e atingir a velocidade máxima de 250 km/h (limitada eletronicamente). Os itens de segurança ativa e passiva do Classe A e o sistema multimídia interativo MBUX foram mantidos. O preço sugerido para o A 35 4Matic é de R$ 279.900.

O AMG A 35 foca nos compradores jovens e endinheirados, que curtem um pequeno “bólido” (Divulgação)

No A 35, os bancos AMG Performance, em formato de concha, têm acabamento em couro sintético com microfibra em cor preta com costuras contrastantes vermelhas, assim como o volante AMG de base achatada.  O sistema multimídia MBUX cria uma conexão entre o veículo e o condutor. Por meio das palavras-chave “Olá”, “Oi” ou “E Aí” seguidas por “Mercedes”, é possível acessar por comando de voz funções como o ajuste do ar-condicionado, escolha de uma estação de rádio ou abertura da persiana do teto solar elétrico panorâmico. Os dois displays de 10,2 polegadas cada, se unem sob uma cobertura de vidro, formando um cockpit panorâmico. Os mostradores AMG podem adotar os estilos Classic, Sport ou Supersport. No console com acabamento black piano, estão as teclas que controlam as funções ESP, modo manual da transmissão e troca dos modos de condução AMG Dynamic Select.

Interior do hatch traz a moderno sistema multimídia interativo MBUX, presente nos últimos lançamentos da marca (Divulgação)

Dizer que o A 35 é um Classe A “bem temperado” seria subestimar – e muito – o modelo da AMG. Os 306 cavalos já seriam impressionantes em um veículo desse porte. Mas o mais absurdo é que os robustos 40,8 kgfm do torque têm distribuição variável, para se adequar às necessidades de uma condução dinâmica. A tração começa como dianteira pura, porém, pode chegar a até uma distribuição 50:50 do torque entre os dois eixos. A embreagem multidiscos integrada ao eixo de transmissão traseiro é responsável pela distribuição variável do torque entre os eixos, controlada eletronicamente. Sempre que o ESP é ativado, o sistema 4Matic permanece no modo Confort. Assim que o motorista pressiona o botão ESP Sport Handling ou o ESP Off, o sistema muda para o modo Sport, proporcionando uma dirigibilidade mais instigante.
No A 35, a transmissão com dupla embreagem AMG Speedshift DCT 7G teve suas relações configuradas para que o condutor experimente uma aceleração espontânea, combinada com rápidas mudanças e ótimos engates nas trocas ascendentes. A função Race-Start é de série e permite máxima aceleração desde a imobilidade e proporciona uma experiência altamente impressionante, perfeita para quem gosta de arrancar rápido.
Outro item criado para aumentar a performance é o “Modo M momentâneo”, que permite ao motorista ativar o modo manual sem ter de tirar as mãos do volante, pressionando qualquer uma das aletas de comando do câmbio. O A 35 permite acelerar nos autódromos e emendar direto pela estrada e pelos engarrafamentos urbanos até em casa, sem precisar trocar de carro, sempre em alto nível. (Luiz Humberto Pereira/AutoMotrix)

Ficha técnica
Mercedes-AMG A 35 4Matic

Motor: quatro cilindros, 1.991 cm³, turbo
Potência: 306 cavalos a 5.800 giros
Torque: 40,8 kgfm de 3 mil a 4 mil giros
Câmbio: automático 7G-DCT
Peso: 1.555 kg
Pneus: 235 / 35 R 19
Capacidade do porta-malas: 370 litros
Tanque de combustível: 51 litros
Dimensões: 4,43 metros de comprimento, 1,99 metro de largura e 1,40 metro de altura
Preço: R$ 279.900

Tags

Deixe seu comentário