A religião e os presidiários do Romão Gomes, em SP

A a psicóloga e escritora mogiana Maria Carolina Rissoni Andery lança hoje, a partir das 16 horas, no Espaço AGMC, em César de Souza, o livro “Presídio Romão Gomes” (Appris Editora, 168 páginas, R$ 40,00), onde ela investiga o sentido da religião para os detentos daquele local, destinado exclusivamente a receber policiais militares do Estado de São Paulo, que têm contas a prestar com a Justiça. A obra gira em torno de entrevistas feitas pela autora junto a três detentos e líderes religiosos que costumam frequentar o presídio com o objetivo de levar conforto e palavras de fé aos presidiários. Unindo o resultado dessas pesquisas de campo a leituras acerca do tema, Maria Carolina se propôs a conhecer as manifestações religiosas que ocorrem no interior do Presídio para tentar compreender “o caminho deles dentro da Polícia Militar e o encontro com a religião enquanto formadora de identidade”, como diz a autora. Após da pesquisa iniciada em 2005 e concluída entre os anos de 2010 e 2012 como parte de um programa de pós-gradução em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica, Campinas, a autora conclui que “a religião acaba sendo um instrumento importante para essas pessoas que hoje estão privadas da liberdade e do convívio com a família e sociedade”. A autora afirma que os caminhos da pesquisa e do livro são idênticos. “O processo de elaboração foi pensado da mesma forma para que a discussão possa ser compreendida no caminho da pesquisa e propicie um conhecimento do presídio e dos internos, permitindo o debate sobre um assunto pouco pesquisado, mas muito rico em conteúdo”, afirma a psicóloga. O lançamento do livro será no espaço cultural dos Armazéns Gerais de Mogi das Cruzes (AGMC), na Avenida João XXIII, em César, nova opção para eventos familiares, sociais e empresariais da Cidade.

Sinais
Um sinal da valorização dos imóveis na região do Mogilar e Nova Mogilar por conta de grandes empreendimentos do setor naquela região da Cidade pode ser medido pelos dois conjuntos residenciais da MRV Engenharia, um aglomerado de 1.500 apartamentos, que estão prestes a ser concluídos no espaço situado entre as avenidas Antonio de Almeida e Yoshiteru Onishi. Ali, pela simples localização, um imóvel de 43m² a 47m² está custando por volta de R$ 220 mil cada.

Candidatíssimo
Está cada vez mais próximo de ser concretizada a candidatura do médico cardiologista Eduardo Siqueira a vereador pelo PMDB de Mogi. Com a legenda já assegurada pelo partido, Siqueira será garantia de muita polêmica e de fiscalização permanente para cima do próximo prefeito da Cidade, seja ele quem for. Cacife eleitoral não lhe falta. Na clínica onde atua, no Jardim Santista, ele atende a uma média de 400 pacientes – todos potenciais eleitores – a cada semana.

Pelo ralo
Dos 110 mil exames laboratoriais mensais solicitados pelos órgãos de saúde de Mogi, 27,5 mil, ou 25% deles são simplesmente “esquecidos” pelos pacientes, que não mais retornam aos postos ou hospitais para buscar os resultados e levá-los aos médicos solicitantes. Dinheiro jogado fora. Detalhe: tais exames são realizados por uma equipe do Hospital Albert Einstein, um dos mais conceituados da Capital, que mantém laboratório na Cidade.

Imagens
O fotógrafo mogiano Claudio Gatti está prestes a tirar do papel um antigo projeto. Ele irá expor, a partir do dia 16 de junho, no Edifício World Trade Center, em São Paulo, fotografias de executivos de grandes empresas brasileiras em poses inusitadas, feitas por ele para capas de revistas econômicas da Editora Três, IstoÉ Dinheiro e IstoÉ Rural, entre

COTIDIANO

Foto: Edson Martins
Um dos muitos símbolos do Divino / Foto: Edson Martins

FRASE

Se o governo Temer não funcionar, PSDB cai fora.

Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente da República, em entrevista ao jornal O Globo, do Rio, no dia da posse de Michel Temer no comando do País