MEIO AMBIENTE

Ação quer recuperar nascentes de Mogi das Cruzes

Neste mês, como parte das atividades do Programa Município Verde Azul, a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente realiza um projeto de recuperação de nascentes em áreas públicas.

Esta semana, o trabalho vem sendo realizado na rua Pedro Genovês, na Vila Suíssa, onde os técnicos da pasta trabalham na recuperação vegetal de uma nascente de água.

O secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Daniel Teixeira de Lima, explica que o programa é uma das prioridades de Mogi.

“Por determinação do prefeito Marcus Melo (PSDB), criamos um grupo de trabalho permanente para cumprir as exigências do programa e essa decisão tem sido fator determinante para o bom resultado da cidade no Programa Município Verde Azul. Estamos trabalhando para conseguir nova certificação em 2019”, explica.

A diretora Patricia Cesare, que coordena as ações do grupo, explica que o entorno da nascente estava queimado e degradado devido a uma série de processos erosivos, praticamente sem vegetação arbórea e restando a presença de alguns eucaliptos e vegetação rasteira.

“O plantio começou na segunda-feira, dia 16, e até o momento já foram plantadas cerca de 200 árvores nativas no local, o que ajudará a reverter a situação”, detalha.

Foram plantadas mudas de sangra d’água, pau-jacaré, café de bugre, pata de vaca, alecrim do campo e maricá. A previsão é de que o entorno da nascente receba mais mudas arbóreas, bem como as margens do curso d’água.

De acordo com Patricia Cesare, esses locais são considerados Áreas de Preservação Permanente (APPs), conforme previsto na Lei Federal 12.651/12, e a sua preservação faz parte das diretivas do Programa Município Verde Azul.

Segundo o engenheiro agrônomo da Secretaria do Verde e Meio Ambiente, Wilson Neto, que atuou na recuperação da nascente, esta época do ano é a mais adequada para o plantio.

“Estamos plantando novas mudas de espécies nativas agora em setembro, pois terá início o período chuvoso com a entrada da primavera e isso ajudará no crescimento das mudas”, explicou.

“Temos patrimônios naturais como a Serra do Itapeti e o Rio Tietê e estamos melhorando a qualidade de vida da população mogiana, além de construir exemplos para as futuras gerações”, finaliza o secretário.

Deixe seu comentário