MAIO AMARELO

Ações conscientizam sobre a importância da segurança no trânsito

O Movimento Maio Amarelo busca chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes no trânsito. (Foto: divulgação)

Um movimento internacional, o Maio Amarelo, tem como principal objetivo conscientizar os motoristas e minimizar os acidentes no trânsito. Como parte da ação, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) promoveu ontem e dá continuidade hoje a uma série de atividades no Largo do Rosário, em Mogi das Cruzes. Nos períodos da manhã e tarde, as crianças poderão conferir uma peça teatral que aborda de forma lúdica os principais tópicos relacionados ao assunto. Já para os adultos estarão disponíveis óculos que simulam a sensação de embriaguez.

“A gente quer mostrar para o público já habilitado, que é quem ainda arrisca e paga o preço da irresponsabilidade, as dificuldades de dirigir embriagado. Com os óculos é possível exemplificar, de uma forma segura, que você perde a percepção e consciência mesmo com o nível mais baixo de álcool ingerido. Então, aqui, com um dispositivo bem prático, a gente consegue comprovar que beber e dirigir não gera bom resultado e que isso é um risco”, frisou o assessor de comunicação do DER, João Victor Bastos.

Os resultados do álcool aparecem em três óculos diferentes, durante simples atividades de coordenação motora, como caminhar sobre uma linha reta, contornar cones sinalizadores ou mesmo chutar uma bola ao gol. Com os óculos na cor preta, a sensação é de uma leve “tontura” e remete aos primeiros sintomas de embriaguez.

Já quando o participante experimenta os óculos na cor vermelha, sua coordenação motora se torna comprometida. No último nível, que representaria uma bebedeira, o participante percebe, ao usar os óculos na cor laranja, que há um severo comprometimento do corpo em simples atos que exijam coordenação motora.

Com os óculos sendo usados pela primeira vez, efetivamente, nesta edição do Maio Amarelo, o assessor comenta que o público se surpreende com o que vê e – assim como na vida real – subestima os resultados negativos. Mesmo mostrando na prática, ele acredita que este trabalho de conscientização trará mais resultados no futuro e, por isso, a importância da educação no trânsito começar desde cedo.

Sendo assim, a peça teatral para crianças tem como tema principal a segurança no trânsito. Na apresentação, os personagens farão um alerta quanto à importância da direção segura, da travessia sobre passarelas, dos cuidados ao andar próximo às rodovias e sobre a função do DER como órgão de trânsito estadual.

“O teatro é um resumo do que a gente leva nas escolas do Estado inteiro com o projeto ‘DER nas Escolas’, que visa a educação de base, colocar o tema trânsito desde cedo na cabeça das crianças do ensino fundamental até o 6º ano, porque elas serão nossos motoristas de amanhã. A gente reforça para elas, com uma atividade lúdica, para que aprendam os principais conceitos. A criança é um agente multiplicador, você começa a plantar essa educação desde cedo, mas ela começa a multiplicar essa informação e até mesmo fiscalizar”, considerou Bastos.