DESDOBRAMENTO

Acusado de latrocínio de motorista por aplicativo em Itaquá tem prisão temporária decretada

DEFESA Mike Thierry Alves dos Santos, o “Manga”, nega participação no crime. (Foto: divulgação)

Acusado de participar do latrocínio (roubo seguido de morte) do motorista de aplicativo Elvis Souza Leite, de 41 anos, na noite de 18 de setembro último na rua Valparaiso, no Jardim do Carmo, em Itaquá, Mike Thierry Alves dos Santos, conhecido como “Manga”, de 22 anos teve a prisão temporária decretada. Ele mora no Jardim Zélia, porém foi capturado na tarde desta segunda-feira, na Cidade Kemel, pelos policiais civis Paulo César e Alcides Sales, da Delegacia Central de Itaquá. O marginal e mais dois comparsas, o “Costela”, e um menor, já apreendido, enforcaram a vítima usando o cinto de segurança do carro dele.

O delegado assistente Carlos Eduardo Chrispim indiciou Mike em inquérito e depois de requisitar obteve da Justiça a prisão temporária do marginal.

Apesar de ser denunciado pelo comparsa, de 16 anos, Mike negou sua participação no roubo. Ele foi detido e escoltado para a Cadeia Pública de Mogi das Cruzes.

“Com a apreensão do adolescente, tínhamos apenas o vulgo dos comparsas Manga e Costela, este último ainda procurado. Os investigadores realizaram buscas e conseguiram a fotografia do Mike. Ele foi reconhecido como um dos três assaltantes e a equipe o prendeu na tarde desta segunda-feira”, disse o delegado Carlos Chrispim. “Agora, estamos atrás do Costela”, concluiu.

Deixe seu comentário