INFORMAÇÃO

Afinal, quem será o candidato de Marco Bertaiolli em 2020?

Há uma pergunta que continua a ser martelada com insistência nos meios políticos locais, sempre que o assunto é a sucessão municipal do próximo ano: quem será o candidato do ex-prefeito e atual deputado federal Marco Bertaiolli (PSD)? A princípio, havia a especulação de que pudesse ser ele próprio, caso não conseguisse o espaço esperado junto ao Congresso Nacional. Tal hipótese, entretanto, começa a ser afastada, já que o parlamentar tem se mostrado satisfeito com os resultados que vem alcançando até agora, conforme ele próprio tem dito em recentes conversas com amigos. Outra opção seria a reedição da aliança firmada nas eleições passadas, com o apoio à reeleição do atual prefeito, Marcus Melo (PSDB). Bertaiolli evitar comentar sobre hipóteses, mas é do conhecimento dos políticos que as relações entre ele e Melo – embora não haja um rompimento definitivo – já não são mais as mesmas do pleito passado. Um distanciamento natural, em razão da ocupação dos espaços políticos na cidade e até dentro da própria Prefeitura. Surge então, em decorrência de tudo isso, a hipótese de uma aliança com o PR de Valdemar Costa Neto para o lançamento de um nome a ser apoiado pelas duas forças. Mas quem seria esse nome? Dentro do PR, há fragilidade de quadros, a menos que se opte pelo deputado estadual Marcos Damásio, ou pelo pelo presidente Tadeu Candelária. Já pelos lados de Bertaiolli há Téo Cusatis, ex-secretário municipal de Saúde, que teve papel importante nos projetos do setor nos governos do ex e do atual prefeito de Mogi. Téo foi cotado para substituir Junji Abe como candidato do PSD nas eleições municipais passadas, mas acabou não aceitando o desafio, que acabou vencido, com méritos, por Marcus Melo. Téo, no entanto, continua despontando como um candidato viável, já que tem bom trânsito também com Valdemar Costa Neto. Hoje poderia ser considerado o nome mais forte para o jogo sucessório , embora muitos vejam como prematura a sua saída da cena político-administrativa da cidade, meses atrás, para se dedicar à própria carreira de administrador hospitalar junto ao setor privado. No jogo das apostas, há quem prefira esperar por alguma surpresa da parte de Bertaiolli, algo que, convenhamos, não seria algo tão fácil assim. E entre uma aposta e outra, a expectativa vai crescendo, principalmente depois que a Executiva Nacional do PSD definiu, em reunião realizada esta semana, que o partido deverá lançar candidato próprio às prefeituras dos grandes municípios brasileiros em 2020. E Mogi das Cruzes está entre elas…

Repercussão

Uma das noticias de internet mais compartilhadas, nas últimas horas, em Mogi, foi justamente a que trouxe a decisão do Diretório Nacional do PSD estabelecendo que nas capitais, nos municípios com mais de 100 mil eleitores e cidades com geradoras de televisão, as convenções municipais deverão lançar candidatos próprios. Mogi se enquadra em praticamente todos os itens.

Pluviômetros

O Museu da Energia de Salesópolis promove amanhã (23), a partir das 14 horas, uma oficina para ensinar a produção de pluviômetros caseiros. Os equipamentos usados para medir a quantidade de chuva caída em determinado local serão feitos com materiais recicláveis, como garrafas pet e réguas, para serem instalados em residências. O evento irá celebrar o Dia Mundial da Água, comemorado hoje. Inscrições gratuitas no endereço: salesopolis@museudaenergia.org.br

Nas escolas

Baseando-se em legislação semelhante existente em Porto Alegre e num exemplo adotado pelo Colégio São Marcos, em Mogi, a vereadora Fernanda Moreno (PV) está sugerindo ao prefeito que regulamente a presença de animais em espaços escolares. Segundo ela, a permissão dos animais deve ser previamente aprovada pelo Conselho Escolar e precisa constar no Plano Político Pedagógico de cada instituição, além de garantir condições adequadas de saúde, higiene, limpeza, cuidados e qualidade de vida ao pet.

Ex-prefeito

A Câmara de Mogi aprovou moção de seu presidente, vereador Sadao Sakai (PR), apelando aos deputados estaduais para que proponham ao governo estadual denominar de ex-prefeito Waldemar Costa Filho a estação ferroviária do centro de Mogi. Segundo Sakai, “Waldemar deixou inúmeras obras e serviços para os mogianos, destacando-se pela construção do Centro Cívico e das rodovias Mogi-Dutra e Mogi-Bertioga, gozando até os dias atuais de grande prestígio”. Os vereadores Francimário Vieira (PR), Péricles Bauab (PR) e Antonio Lino (PSD) subscreveram a proposta.

Se nós não aprendermos a identificar as fragilidades do nosso sistema no cuidado com as pessoas, nós continuaremos errando.

Rossieli Soares da Silva, secretário de Estado da Educação, sobre cuidados com as escolas após o massacre de Suzano