PREOCUPAÇÃO

Alto Tietê já soma cinco mortes pelo novo coronavírus

BALANÇO Desde a semana passada, o Ministério da Saúde determinou que os hospitais informassem diariamente a lotação dos leitos. (Foto: arquivo)
CASOS Mulheres de 72 e 77 anos estavam internadas no Centro de Referência do Coronavírus do Hospital Municipal. (Foto: arquivo)

O número de óbitos provocados pelo novo coronavírus no Alto Tietê mais do que dobrou nesta quinta-feira (2). As cidades de Suzano, Arujá e Mogi das Cruzes confirmaram uma nova morte cada. Todos os pacientes apresentavam comorbidades e possuíam mais de 70 anos – integrando grupos de risco para a Covid-19. Mais do que apenas estatísticas, na região ao menos cinco famílias já perderam parentes por causa de complicações atreladas à doença, na batalha contra um inimigo invisível.

Há, ainda, 21 óbitos suspeitos aguardando resultados de exames, segundo informações das Vigilâncias Epidemiológicas Municipais. Entre eles, a morte de uma criança de um ano, moradora da Vila Santo Antônio, em Ferraz de Vasconcelos, mas que foi atendida em um hospital de Itaquera.

Em Suzano, a nova vítima fatal é uma mulher de 72 anos, que era hipertensa e apresentou síndrome respiratória aguda no dia 29 de março, data em que foi internada no Centro de Referência do Coronavírus do Hospital Municipal, no distrito de Braz Cubas, em Mogi das Cruzes. A paciente faleceu nesta terça-feira.

Em Mogi foi registrado o óbito de uma mulher de 77 anos, com doença cardiovascular crônica, que estava internada desde o dia 28, também no Centro de Referência.

Já em Arujá, a vítima é uma mulher, de 70 anos, com histórico de obesidade, diabetes e neoplasia maligna. Ela estava no Hospital Beneficência Portuguesa, na Capital Paulista, desde o dia 13, tendo sido transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), após piora no quadro de saúde. No dia 23, ela não resistiu e faleceu. O resultado do exame foi divulgado oficialmente apenas nesta quinta-feira.

Além dos já citados, também já foram confirmadas a morte de um idoso morador de Suzano, de 81 anos, e outro de Mogi das Cruzes, de 69 anos.

A região confirmou ainda 8 novos casos da doença nesta quinta, alcançando 61 pacientes diagnosticados com a Covid-19, em uma elevação de quase 15% – menor que a observada no dia anterior, de 26%, e nesta terça-feira, quando o percentual cresceu 23%. Os dados foram divulgados no início da noite pelo Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat).

O número de notificações totais da doença também cresceu, saltando de 1.381 para 1.515. Do montante, 531 aguardam resultado de exames, 683 são casos leves que não tiveram exames colhidos e 237 foram descartados.

Um novo caso de Covid-19 foi confirmado em Mogi. A cidade – que é a maior da região – segue liderando o total de ocorrências (32). Os demais pacientes diagnosticados com o novo coronavírus residem nas cidades de Arujá (7), Biritiba Mirim (1), Ferraz de Vasconcelos (2), Itaquaquecetuba (8), Poá (1), Santa Isabel (1) e Suzano (9).

Estado

O número de mortos pelo novo coronavírus no Estado subiu para 188 nesta quinta-feira, de acordo com levantamento divulgado pelo Ministério da Saúde.

Até quarta-feira, eram 164 mortes pela doença no Estado. A alta nas últimas 24 horas é de 14% no número de óbitos em São Paulo

Mundo

O total de casos confirmados de Covid-19 no mundo superou a marca histórica de 1 milhão ontem, de acordo com levantamento da universidade americana Johns Hopkins. O número de mortos pelo novo coronavírus Sars-Cov-2, segundo o estudo, passa de 50 mil. Uma notícia positiva nestes tempos de incerteza é que ao menos 200 mil pessoas já foram classificadas curadas ao redor do mundo.


Deixe seu comentário