ENTIDADE

Apae faz campanha em busca de voluntários

As pessoas interessadas em fazer parte do quadro de voluntários da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Mogi devem entrar em contato com a entidade. São três as áreas de atuação: auxiliar de sala de aula, digitação de Nota Fiscal Paulista e atividades no bazar permanente. O cadastro é feito na sede da instituição, na rua Carmem de Moura Santos, 134, no centro.
Atualmente, a Apae conta com 114 voluntários, que atuam nos mais diversos setores, mas a proposta é aumentar o número em mais 50 pessoas. Segundo o setor de Assistência Social da entidade, o voluntário precisa ter idade a partir de 18 anos. O tempo mínimo de permanência é de duas horas, mas essas questões serão ajustadas entre o voluntário e a organização.

Para se cadastrar e preencher a ficha, o voluntário deve estar munido com os seguintes documentos: RG, CPF e título de eleitor. Após esse cadastro, o interessado irá passar por entrevista que avalia sua aptidão para prestar o serviço voluntário para a área escolhida. A expectativa é preencher esse quadro o quanto antes, já que há pessoas interessadas em ajudar, mas que às vezes não sabem ao certo por onde começar.

Referência dentre as Apaes do Brasil, no início, a unidade mogiana oferecia oficinas pedagógicas para oferecer mais qualidade de vida aos usuários. A partir de 1982, passou a ser escola e hoje atua nas áreas da educação, saúde e assistência social, atendendo mais de 600 pessoas com deficiência (intelectual e múltipla e transtorno do espectro autista – associado à deficiência intelectual), que se beneficiam da qualidade estrutural e profissional oferecidas pela unidade.
Mais informações: 4728-4999.