As novas carreiras

Regina Coeli Bezerra de Meloreitoria@umc.br

Escolher uma profissão não é uma tarefa fácil para os jovens que concluem o ensino médio e se preparam para ingressar na universidade. Se há duas décadas as opções eram restritas a medicina, odontologia, direito, engenharia, administração e algumas outras tradicionais, atualmente é possível afirmar que escolher um curso é uma missão desafiadora por diversos motivos. Isto porque a tecnologia, a mudança de comportamento e as necessidades do mercado de trabalho abriram espaço para novas carreiras.

Neste contexto de mudança, cabe à universidade acompanhar de perto este novo cenário de formação, reformulando a matriz curricular de seus cursos e criando novos. É preciso agilidade e sintonia para ouvir o mercado e os alunos.

A Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) entende que esta preocupação deve ser constante. Assim, investe na reformulação e criação de cursos. Por exemplo, os Superiores de Tecnologia, com duração de até três anos, atendem a uma demanda específica do mercado, ou seja, a essência de gestão em negócios ou de recursos humanos é o curso de administração. Ou seja, este desmembramento foi necessário para atender a demanda por este tipo de profissional especializado. Isto ocorre em outras áreas também.

A reformulação da grade curricular é importante e ocorre em todos os cursos. Por exemplo: percebemos que o estudante de engenharia ia para o mercado não só para exercer uma função técnica, mas também para ocupar cargos de liderança. Então, inserimos no currículo do curso matérias de gestão de pessoas e gestão de projetos. Afinal, o mercado exige que esse profissional não saiba apenas a parte técnica, mas também domine a gestão.

No que se refere à inovação, a UMC tem uma boa novidade para o primeiro semestre de 2017. Trata-se de três novos cursos de graduação que serão oferecidos: Engenharia Ambiental, com duração de cinco anos, e Estética e Cosmética e Gestão Hospital, ambos Superiores em Tecnologia, com duração de três anos. Todos contemplam as necessidades do mercado de trabalho regional, com alto índice de empregabilidade.

Os novos cursos fazem parte do projeto de expansão da UMC, que prevê a ampliação do número de vagas para acesso ao ensino universitário, acompanhando as tendências e atendendo a demanda, preocupações constantes da instituição.

Regina Coeli Bezerra de Melo é reitora da Universidade de Mogi das Cruzes


Deixe seu comentário