VILA DA PRATA

Assaltante morre após roubar motocicleta

DIÁRIO

Um assaltante identificado até o começo da tarde desta quarta-feira (22) como Rudson, morreu de madrugada ao passar por uma lombada e sofrer uma queda de uma motocicleta que havia acabado de roubar no posto de gasolina localizado na avenida Francisco Ribeiro Nogueira, na Vila da Prata. Um adolescente, de 15 anos, que acompanhava o comparsa e viajava na garupa, sofreu apenas escoriações.

A Polícia Militar apresentou o adolescente ao delegado Victor Melo, no Distrito Central. O acusado se tornou autor de ato infracional por roubo e ficou detido à disposição da Vara da Infância e Juventude, no Fórum local.

O vigilante Silvano Rodrigues da Silva, de 57 anos, contou aos policiais que estava no posto de gasolina BR quando surgiram os dois rapazes, um deles seria o menor. “Ele pediu R$ 10,00, falei que eu não tinha, daí quis um cigarro, mas logo depois o colega dele, dizendo estar armado, falou que iria roubar o meu celular e a minha moto (Honda Fan)”, contou a vítima.

Pouco depois, a 500 metros do autoposto na avenida Francisco Ribeiro Nogueira, o vigilante viu a sua motocicleta caída e o adolescente assaltante perto dela e do comparsa que sofreu uma queda e parecia estar morto. O fato foi confirmado por uma equipe do Samu.

O corpo do criminoso foi removido ao Posto do IML, em Mogi, onde deverá ser reconhecido.

Pai punido

Um pai, de 37 anos, foi autuado em flagrante pela delegada Luciana Amat, titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) por cometer na cassa da família, em Braz Cubas, os crimes de maus tratos, lesão corporal dolosa e abandono de incapaz. Ele repreendeu o filho, de 9 anos, que havia saído de um mercado sem pagar um pacote de bolacha. A criança foi medicada e ele foi capturado pelo cabo Rosivaldo e o policial Lobo, do 17º BPM/M. O pai e o filho não podem ser identificados por norma da legislação penal.


Deixe seu comentário