INFORMAÇÃO

Até aonde irão os desencontros entre Marcus Melo e Bertaiolli?

A questão vem sendo repetida na cidade desde o início desta semana

A pergunta que não quer calar e que circula pelos meios políticos da cidade é a seguinte: até aonde poderão chegar os desencontros entre o atual deputado federal Marco Bertaiolli (PSD) e o atual prefeito de Mogi, Marcus Melo (PSDB). Originários de um mesmo embrião político, os dois estão estremecidos já faz algum tempo por razões ligadas à administração municipal. Partidários de Melo dizem que o afastamento teria ocorrido devido a tentativas de interferências de Bertaiolli no governo; enquanto adeptos de Bertaiolli se dizem excluídos da administração de Melo, que não estaria disposto a permitir interferências em seu governo. Quando questionados, tanto o ex como o atual prefeito procuram demonstrar que nada de mais grave existe entre ambos e que tudo não passa de especulação de um ou outro lado. Tal situação podia ser sentida pelo menos até o início desta semana, quando Bertaiolli postou em rede social uma crítica ao fato de não ter sido programado um show para idosos no programa de aniversário da cidade, algo que fez durante todo o seu governo. Melo não rebateu, mas respostas vieram por vias outras, como o secretário de Cultura, Mateus Sartori, e o funcionário do Fundo Social, José Luiz Furtado, que saíram em defesa do prefeito, apontando dados sobre ações do atual governo em favor dos idosos e até comparando com o governo passado. Segundo apurou a coluna, o prefeito Marcus Melo teria se surpreendido com a crítica de Bertaiolli, já que não estariam havendo maiores animosidades entre ambos. O certo é que, impulsionados pelas redes sociais, tais fatos acabaram se tornando o assunto da semana entre políticos e em outros círculos da comunidade local, justificando a pergunta do início deste comentário. Pergunta que, por sinal, ainda não tem resposta. Se os dois permanecerão afastados, ainda é muito cedo para se afirmar. Magalhães Pinto, um conhecido banqueiro e político mineiro, costumava dizer que política é como nuvem, ou seja, muda de figura a todo momento. E como as eleições municipais ainda estão distantes, é prematuro especular se os inimigos de hoje não poderão ser os aliados de amanhã. O tempo vai se encarregar de responder a essa e outras questões ligadas à política eleitoral mogiana. É esperar e conferir.

Gramados

Um dos gramados mais criticados durante a mais recente edição da Copa América passou por mudanças radicais, graças ao trabalho de uma empresa mogiana. A Arena do Grêmio, em Porto Alegre, recebeu sementes de inverno Ryegrass perenne da Campanelli Gramados Esportivos e Áreas Verdes, as mesmas aplicadas no Nogueirão, em Mogi. O gramado, verde e sem falhas, recebeu elogios de técnicos e jogadores no jogo entre Grêmio e Palmeiras, no dia 17 agosto, quando as duas equipes empataram em um gol, pelo Campeonato Brasileiro.

Oportunidades

“Brasil de Oportunidades” é o tema da palestra que cientista político, antropólogo e consultor, Luiz Marins, irá apresentar, no dia 23 de setembro, às 19 horas, no Clube de Campo de Mogi das Cruzes. Na visita, o ex-comentarista do programa Conta Corrente, da Globonews, e autor de 13 livros, deverá abordar os caminhos para o desenvolvimento econômico do País, além da importância do seguro na vida dos brasileiros. O evento será promovido pelos sindicatos das Empresas de Seguros e Resseguros (Sindsegsp) e dos Empresários e Profissionais Autônomos da Corretagem (Sincorsp).

Novo livro

Depois de sua estréia com “Eles Ocuparam a Cidade – Como engajar pessoas para melhorar o Brasil”, o vereador Caio Cunha já tem prontos os primeiros capítulos de seu segundo livro. Ainda sem título definido, a obra irá tratar de um tema bastante complexo e ainda não entendido pela humanidade: gente. A obra deverá ser lançada até abril do próximo ano.

Top 10

O fotógrafo mogiano Claudio Gatti, especialista em retratar empresários em situações pouco comuns às suas atividades, está classificado entre os dez melhores da categoria “Repórter de Imagem” do Prêmio Comunique-se, um dos mais respeitados do jornalismo nacional. Para chegar à próxima fase, ele irái precisar dos votos da região. Para votar, os internautas poderão acessar o endereço: https://votacao.premiocomunique-se.com.br/Login.aspx .Gatti merece o apoio.

Frase

Incêndios florestais existem em todo o mundo, e isso não pode servir de pretexto para possíveis sanções internacionais.

Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, tentando minimizar os efeitos do fogo nas florestas da Amazônia