Atlético aposta nos ‘pratas da casa’

 Dirigentes do Atlético Mogi durante a apresentação dos jogadores, na manhã de ontem / Foto: Jonny Ueda
Dirigentes do Atlético Mogi durante a apresentação dos jogadores, na manhã de ontem / Foto: Jonny Ueda

Com oito jogadores revelados na Cidade, “pratas da casa”, o Atlético Mogi acredita ter um grupo com qualidade para representar o município de maneira positiva nas disputas do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Com este “diferencial”, como diz o dirigente Roberto Costa, o clube deu na manhã de ontem  mais um passo na sua campanha para tentar o acesso para a 1ª divisão do futebol do Estado em 2017. Em coletiva de imprensa no Ibis Hotel, no Parque Monte Líbano, os dirigentes e integrantes da comissão técnica também apresentaram os atletas, os novos uniformes e ações de marketing para o crescimento do futebol na Região do Alto Tietê.

Como O Diário adiantou com exclusividade, Costa apresentou ontem os 17 jogadores inscritos para a estreia no Paulista, a partir das 15 horas de amanhã, contra o Mauaense, no Estádio Municipal Francisco Ribeiro Nogueira, o Nogueirão, na Vila Industrial. “Acredito que estamos com um elenco forte e vamos ao longo da primeira fase analisar o rendimento deste grupo para depois pensar em reforços”, disse Costa.

O cartola afirmou que do grupo, oito jogadores foram revelados pelo Atlético. “Nosso diferencial. O Atlético sempre dá oportunidade para a garotada, os pratas da casa. Apostamos em jovens valores em nosso projeto para o Paulista da 2ª Divisão. E temos um grupo de qualidade”, salientou Costa.

A direção do Atlético está há dois meses trabalhando para formar o grupo do Paulista desta temporada. Mais de 300 jogadores foram observados e hoje o assistente técnico Walker Belgo conta com cerca de 30 atletas no grupo. “Por tudo o que fizemos até agora no sentido de preparação, acredito que hoje o elenco está entre 60 a 70% de condicionamento físico e técnico. Por conta das obsaervaçõers e tempo de treino, não conseguimos fazer uma pré-temporada, o que seria ideal para a equipe ganhar a confiança necessária. Mas estamos bem e esperamos melhorar ao longo da disputa”, disse Belgo.

A média de idade do time é de 21 anos. No grupo do Atlético, hoje os mais experientes são o zagueiro e capitão Sérgio Gonçalves, de 23 anos e que atuou no futebol da Bélgica – segundo os dirigentes -, e o meio campo Diogo, de 22 anos, considerado um ‘prata da casa’.
Por outro lado, Roberto Costa também aposta na juventude e disse que tem dois jogadores acima da média para a categoria e com apenas 17 anos de idade. São os zagueiros Juan Costa, que passou na base do São Paulo e do Corinthians, e Pedro, que também estava no futebol do alvinegro do Parque São Jorge. “São jogadores de muita qulidade. Uma nova geração que apostamos muito neles”, ressaltou Costa. (Gerson Lourenço)


Deixe seu comentário