Atlético Mogi e União jogam para definir último colocado

União e Atlético estão entre os últimos do Campeonato Paulista. (Foto: Arquivo/ O Diário)
União e Atlético estão entre os últimos do Campeonato Paulista. (Foto: Arquivo/ O Diário)

Times com as piores campanhas do grupo 4 do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, União e Atlético Mogi vão fazer o clássico dos desesperados na rodada do próximo sábado. O alvirrubro é o penúltimo colocado, com 7 pontos, enquanto o “caçula” tem um ponto a menos e hoje amarga a última posição da chave. No pega programado para o Estádio Nogueirão, o vencedor segue vivo na luta por uma vaga à segunda fase. O empate deixa as duas equipes desclassificadas. E quem perder…

A situação dos dois times mogianos na competição piorou na rodada de anteontem. Em pleno Nogueirão, o União foi goleado pelo São Bernardo, por 4 a 1. Em Santos, o Atlético foi superado pelo Jabaquara, por 2 a 0, no Estádio Espanha.

O duelo do União com o São Bernardo era um confronto direto. Seria a chance do alvirrubro, no famoso jogo dos seis pontos, tirar três pontos de diferença do rival. Ocorreu o posto. O time do ABC foi quem abriu mais três pontos e encaminhou a sua classificação.

A diretoria do União acreditava em conquistar a última vaga pelo fato de fazer quatro dos cinco últimos jogos da primeira fase em sua casa. Só faltou combinar com o time. Agora o União tem o clássico com o Atlético Mogi. Depois faltarão os duelos com o Guarulhos, em casa, Jabaquara, em Santos, e Mauaense, na última rodada, novamente no Nogueirão.

Nas contas dos dirigentes, o time precisaria buscar 12 pontos em casa e ainda torcer contra os rivais para se classificar. Agora, além de ter que vencer os três duelos na Vila, o alvirrubro agora terá que compensar a derrota de anteontem em Santos.

Já o Atlético Mogi poderia estancar a série de cinco derrotas consecutivas no Paulista da Segunda Divisão. A missão do “caçula” era complicada e agora são seis jogos sem vencer. Já o Jabaquara completou a terceira partida sem derrota, confirmou a sua recuperação na disputa, chegou aos 11 pontos e entrou na briga direta pela classificação.
Além de ter a necessidade da vitória para manter as chances de classificação, o Atlético poderia acertar o seu sistema defensivo, quew antes do pega em Santos havia sofrido 21 gols nas últimas cinco partidas. Agora são 23 em seis confrontos.

Além de vencer o União, o Atlético terá uma sequência duríssima pela frente: Manthiqueira (Vale do Paraíba), Portuguesa Santista (Vila Industrial), e São Bernardo (Grande ABC).