Atlético segue zerado no Paulista

A rodada foi terrível para o Atlético Mogi. Após um bom primeiro tempo, o time mogiano não conseguiu segurar o Real Cubatense, perdeu o duelo, por 2 a 0, e segue sem vencer no grupo 4 do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Após três rodadas, a equipe do técnico Edinho Poá só não é a pior em toda a disputa do estadual porque o Assisense inscreveu atleta de forma irregular e está com dois pontos negativos na classificação da chave 2 – apesar de o grupo do interior ter um empate na competição.

O sinal passou de vermelho no Caçula de Mogi, que segue para completar mais uma temporada como a pior equipe da sua chave na etapa de classificação. A equipe, neste ano, sofreu três derrotas em três partidas.

A pior campanha do Mogi na sua história no Paulista da Segunda Divisão foi na temporada 2014, quando o elenco somou cinco pontos em dez partidas. Para piorar, o próximo rival será o São José, terceiro colocado do grupo 4, com 7 pontos, no Vale do Paraíba – o duelo está programado para as 15 horas deste sábado.

Todos os gols do duelo do último domingo em Santos foram marcados na segunda etapa. O meia Jeferson, aos 18 minutos, abriu o placar, e o atacante Palela, aos 31, definiu a partida.

O Mogi criou seis chances para marcar, sempre com Pablo e Vinícius. Mas os jogadores do Time Azul finalizaram as oportunidades para fora ou concluíram as jogadas em cima do goleiro Matheus. Após sofre os gols, o grupo de Edinho sde lançou à frente na busca do empate e abriu a defesa para os contra-ataques do Real, que não ampliaram por falta de pontaria dos seus jogadores.

O resultado, o primeiro da história do Real em uma competição oficial, levou o time de Cubatão para o quarto lugar no Grupo 4, com quatro pontos, e entra na zona de classificação para a próxima fase. (G.L.)