MERCADO

Audi R8 volta ao mercado brasileiro com preço de mais de R$ 1,2 milhão

O Audi R8 cupê é um autêntico superesportivo para enfeitar a garagem de poucos endinheirados (Divulgação)

Um dos automóveis mais desejados do mundo está voltando ao Brasil: o superesportivo Audi R8 chega ao mercado brasileiro no segundo semestre de 2020 pela “bagatela” de R$ 1.234.990,00 na modalidade venda direta. Nenhum modelo com o logo das quatro argolas está mais próximo de um carro de pista que o Audi R8. O superesportivo é equipado com motor central-traseiro V10 que gera 610 cv de potência e 560 Nm de torque, números que asseguram um desempenho de tirar o fôlego. A aceleração de 0 a 100 km/h é feita em apenas 3,2 segundos, com velocidade máxima de 330 km/h. A transmissão é a S tronic de sete velocidades e conta com renovado sistema de tração quattro.
A distribuição de torque se adapta às condições de direção. Em casos extremos, 100% do torque podem ser transmitidos para o eixo dianteiro ou traseiro. O modo “performance” no sistema Audi drive select permite a adaptação dos parâmetros mais importantes na dinâmica para diversas condições de clima e solo.
O design reflete o caráter poderoso e esportivo do Audi R8. Um capô extenso, uma traseira com linhas fluidas e um entre-eixos relativamente curto, de 2,65 metros. O comprimento total é de 4,42 metros, a altura é de 1,24 metro e a largura 2,03 metros. As quatro argolas complementam a ponta do capô, que conta com sua grade Singleframe de estilo colmeia, ampla e plana. As características luzes de condução diurnas trazem elementos verticais que replicam as estruturas das entradas de ar e enfatizam a largura do carro.

Modelo é equipado com motor V10 de 610 cv de potência, capaz de atingir 330 km/h (Divulgação)

Uma característica que distingue o carro visualmente, além de oferecer maior segurança, é o sistema de faróis a laser. O equipamento, de série no modelo, ativo no modo farol alto, ilumina duas vezes mais que faróis de LEDs comuns e evita ofuscar outros participantes no trânsito. Os fachos de alta concentração iluminam 600 metros à frente do carro, tornando a passagem por neblinas e cortinas de fumaça, por exemplo, mais segura.
Nas laterais do esportivo há contornos sinuosos característicos. A linha de cintura, esculpida como um músculo, conecta as caixas de rodas ao mesmo tempo em que divide os “side blades” em dois. Essa nova solução de design faz o carro parecer mais longo e dinâmico. Na traseira, as lanternas e as entradas de ar se conectam. O vidro traseiro oferece uma clara visão do compartimento do motor iluminado. O R8 traz ainda um aerofólio traseiro fixo.
Quando está à frente do volante do novo R8, o motorista se sente como um piloto de corridas. Todas as funções são direcionadas para o condutor e permitem uma operação simples mesmo em condições extremas, sem que seja preciso tirar as mãos do volante. Os assentos esportivos com apoio de cabeça integrado oferecem excelente suporte lateral.

A esportividade também é plena também no interior do Audi R8 (Divulgação)

O botão “start-stop” e o seletor do Audi drive select ficam localizados no volante multifuncional. Há ainda um botão para controlar o sistema de escape, deixando o esportivo com um ronco ainda mais poderoso, e um seletor que ajusta o veículo em diferentes condições de condução: seco, molhado ou neve.
O Audi virtual cockpit apresenta todas as informações ao motorista em sua tela de 12,3 polegadas com gráficos elaborados. O motorista pode alternar entre diferentes modos de tela e ainda ajustar o painel de instrumentos digitais de acordo com suas preferências. No modo performance, o condutor visualiza as informações dos programas de direção, aceleração, desaceleração e forças laterais, bem como potência e torque.
O novo R8 possui ainda as mais recentes tecnologias em termos de multimidia além de sistema de som Bang & Olufsen como equipamento de série.

Tags

Deixe seu comentário