INFORMAÇÃO

Aumentam as chances de Sadao continuar presidente

Lideranças manifestaram apoio à manutenção do vereador no atual cargo

A julgar pelas movimentações ocorridas nos bastidores da política local, no último final de semana, aumentaram consideravelmente as chances de o vereador Sadao Sakai (PL) continuar à frente do cargo de presidente da Câmara Municipal de Mogi das Cruzes, no último ano da atual legislatura. A princípio reticente em relação à proposta, Sadao Sakai passou a encarar positivamente tal hipótese, após o anúncio do oficial de desistência da candidatura feito pelo vereador Mauro Araújo (MDB), na semana passada. A ideia da manutenção do atual presidente foi inicialmente adotada por um pequeno grupo de vereadores, mas logo ganhou força, a partir do momento em que o vereador Antonio Lino da Silva (PSD) procurou seus colegas para defender a reeleição de Sakai. Entre os argumentos favoráveis à reeleição estava o comportamento discreto de Sadao durante o período em que está à frente da Câmara, desde o início deste ano. Adepto da política da boa vizinhança – algo que parece ter herdado do pai, Tadao Sakai, que também presidiu o Legislativo mogiano –, o atual presidente procurou evitar cisões entre os vereadores, ao mesmo tempo em que soube conduzir um bom diálogo com o prefeito Marcus Melo (PSDB) e outros políticos. A seu favor, ele teve ainda o fato de haver administrado a Casa com contenção de gastos e seguindo com atenção as exigências do Ministério Público. “Hoje eu estou numa situação, digamos, mais confortável no cargo de presidente, pois tenho maior conhecimento sobre os trâmites administrativos, o que favorece a confiança depositada em mim pelo pessoal”, disse Sadao, ontem, a esta coluna. Diante de tudo isso, acabou não sendo surpresa o fato de Sadao haver recebido, nas últimas horas, o apoio declarado das lideranças das principais bancadas da Câmara. Manifestaram-se favoráveis à manutenção de Sadao no cargo os representantes do seu próprio partido, o PL, além do PSDB, MDB e PSD. Algo que praticamente garante a sua permanência como presidente. Caberá ao vereador, nas próximas horas, uma articulação mais direta para aparar uma ou outra aresta ainda existente, com o lançamento antecipado de candidaturas, como as de Jean Lopes (PC do B) e Rodrigo Valverde (PT). Quem sabe, usando para isso os demais cargos para composição da futura Mesa Diretiva da Câmara.

Merenda

O juiz Bruno Machado Miano, da Vara da Fazenda Pública de Mogi, acaba de aceitar denúncia formulada pelo Ministério Público contra o ex-prefeito Marco Aurélio Bertaiolli, a ex-secretária de Educação Maria Aparecida Cervan Vidal e Fabiano Carone Cury, da empresa Comercial de Alimentos Famaca. No âmbito da denúncia, suspeita de superfaturamento na compra de carne para a Merenda Escolar de Mogi, em 2014 e 2015.

Retorno

Ainda sob o impacto causado pela desistência de Mauro Araújo de continuar disputando o cargo de presidente da Câmara, no último final de semana, surgiram rumores de todos os tipos. Entre eles, o de um possível retorno antecipado à Câmara do atual secretário municipal de Saúde, vereador Chico Bezerra (PSB), para concorrer à Presidência. O assunto ficou mesmo no plano dos rumores.

Na Catedral

Repercutiu até mesmo nas redes sociais o fato de o prefeito Marcus Melo (PSDB) e o deputado Marco Bertaiolli (PSD) terem permanecido lado a lado, demonstrando evidente entendimento, durante a missa das 11 horas do último domingo, na Catedral de Santana. Convidados pelo padre Claudio Antonio Delfino, os dois subiram juntos ao altar e demonstraram apoio à campanha destinada a arrecadar fundos para reformas no templo. Chegaram até a ensaiar algumas brincadeiras, sinal de que o gelo entre os dois está começando a ser quebrado.

Frase

Cidadão, num País em que não há nem sombra de cidadania, significa apenas cidade grande.

Millôr Fernandes (1923-2012), desenhista, humorista, dramaturgo, escritor, poeta, tradutor e jornalista brasileiro.


Deixe seu comentário