CARTAS

Avenida das Orquídeas

Que a Avenida das Orquídeas ficou linda, isso não se discute. E que melhorou o caminho para Suzano também não se discute, mas duas observações precisam ser feitas.

Primeiro: por que não foram plantadas árvores no canteiro central? Há tanto espaço ocioso nesse vão que poderia transformar a avenida em uma alameda e compensaria as árvores que foram tiradas para pavimentar.

E segunda observação: do que foram feitas as guias do meio fio dessa avenida e também as da rua David Bobrow (ligação da Tenente Onofre com a Orquídeas)? Essas guias estão esfarelando em sua extensão. Parece que não utilizaram cimento. Um absurdo. Algum técnico em concreto poderia responder essa questão?

Paulo Prada

paulinho132@hotmail.com

Pedágio

Minha larga experiência de vida diz que haverá, sim, pedágios na Mogi-Dutra e Mogi-Bertioga, pois a grana que irá para o Estado e a parte que ficará com o município são de coçar a frieira da rainha da Inglaterra.

Qual o político teria coragem de dizer que é a favor, sabendo que a maioria da população é contra? Ficarão caladinhos, esperando e enchente baixar, para depois dizer que “eu fiz a minha parte”.

A instalação de um pedágio é bem diferente de um lixão, como se pretendia outrora.

Dinheiro não pede licença, dá um empurrão. E como diz o velho ditado: “Num burro carregado de açúcar, até o rabo fica doce”.

Joel Avelino Ribeiro
César de Souza, Mogi das Cruzes

Deixe seu comentário