CORREDOR LESTE-OESTE

Avenida das orquídeas lança um novo conceito de mobilidade urbana

Avenida das Orquídeas foi inaugurada neste sábado. (Foto: Sidney Ap. Kawane Lemes/ Divulgação)
Avenida das Orquídeas foi inaugurada neste sábado. (Foto: Sidney Ap. Kawane Lemes/ Divulgação)

Três anos após o início das obras, a Avenida das Orquídeas foi inaugurada neste sábado (13), numa cerimônia que reuniu várias autoridades, incluindo o governador João Doria (PSDB). A mensagem passada às milhares de pessoas que pisaram pela primeira vez na via foi de conquista pela entrega de uma obra cujo foco é melhorar a qualidade de vida das pessoas, a partir da mobilidade urbana. O deputado federal Marco Bertaiolli (PSD), que quando prefeito lançou a campanha para esta construção, resumiu bem o conceito da nova pista: “É também um corredor de ônibus e vai se transformar em área de lazer, melhorando a vida dos mogianos”.

A entrega do projeto foi marcada pelas atividades do programa Bairro Feliz, que tiveram início às 10h30. O acesso chama atenção pelo traçado, o pavimento novo, acompanhado por ciclovias e faixas exclusivas de ônibus para atender às pessoas que trafegam entre o Centro, Braz Cubas, Jundiapeba e Suzano. E isto fica claro quando se observa o entorno. Além de oferecer uma vista da área verde, o espaço em que deve surgir um polo industrial, como lembrou o deputado estadual Marcos Damásio (PR), beneficiará diretamente mais de 200 mil pessoas, além de moradores da região. Em certos trechos da pista, estão conexões com ruas habitadas pela classe operária, grande beneficiada pela solução, que conta a partir de amanhã com uma nova linha circular de ônibus.

Estes e outros benefícios, como a redução do trânsito, e por consequência, do tempo para fazer a travessia entre Mogi das Cruzes e Suzano, foram abordados pelas autoridades presentes. Porém, o deputado estadual André do Prado (PR) aproveitou a ocasião para lembrar ao governador a importância da continuidade das obras de finalização do Corredor Leste-Oeste. “Precisamos pensar grande, e temos que fazer a alça na SP-66”, disse ele, para na sequência “cutucar” Doria. “Como o senhor não gosta de obra parada, tenho certeza que ainda neste ano vamos destravarmos isso”.

Mais tarde, em entrevista coletiva, o secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi não se mostrou tão empolgado quando André e não soube confirmar se a tal alça de acesso ao Rodoanel será construída na SP-66 ou na Estrada dos Fernandes, em Suzano. “Recorremos agora no Tribunal de Contas de São Paulo e pedimos agilidade para resolver a situação e definir onde serão feitas as obras”.

Outras demandas também não foram esclarecidas, como a de um senhor que ostentava um cartaz com os dizeres “Governador, a ponte do Rio Abaixo sobre o Tietê está podre. Nossa esperança é você”.

Ainda assim ficou claro que a Orquídeas é uma obra monumental e exemplar, como destacou o ex-governador estadual Geraldo Alckmin (PSDB), responsável pela liberação de investimentos que se tornaram quase um terço do custo total da obra, na casa dos R$ 100 milhões (financiada também pelo governo federal e Prefeitura de Mogi).

Na opinião do prefeito Marcus Melo, o dia de ontem foi um marco. Para ele, a partir da nova avenida “vai renascer uma nova cidade, com empresas, moradias, desenvolvimento total”. Sobre novos projetos e investimentos, porém, o prefeito preferiu não comentar. “Tenho ido ao palácio para ver todos os temas relacionados à Mogi, mas temos hora para agradecer e hora para pedir, e hoje foi um dia de gratidão”.

Secretário Nacional de Mobilidade Urbana avalia obra

Se alguém pode avaliar a execução de um projeto como a Avenida das Orquídeas é o secretário Nacional de Mobilidade Urbana. E foi isso o que fez o atual detentor deste título, Jean Carlos Pejo, quando visitou o mais novo equipamento da cidade. Na visão dele, trata-se de um projeto bem pensado e executado. “É uma avenida larga, com ciclovias, canteiros e muito verde. Um espaço do povo, que traz as pessoas para rua e afasta a violência”.

Outra afirmação de Jean acendeu a fagulha da esperança nos mogianos. “Não vou entrar em detalhes, porque isto cabe ao prefeito, mas já estão em curso análises de programas federais que visam novos empreendimentos deste tipo em Mogi, agregando tecnologia com sistema fotovoltaico, e operações inteligentes de transporte coletivo”, disse ele.

Como estivessem comemorando este anúncio, crianças se divertiam ontem, brincando nos seis pulas-pulas instalados ao longo da avenida. Também estiveram presentes músicos, como a dupla sertaneja Victor Viola e Vinícius, e o clima era de festa, com sorrisos e comemorações.