NOVO ACESSO

Avenida Francisco Rodrigues Filho, no Nova Mogilar, recebe semáforo que será usado no controle do tráfego

PREPARO Avenida Francisco Rodrigues Filho recebe semáforo que será usado no controle do tráfego. (Foto: Elton Ishikawa)
NOVO CRUZAMENTO Semáforo foi instalado no final de semana, na avenida Rodrigues Filho na altura da rua Antônio de Almeida. (Foto: Elton Ishikawa)

Até o final do mês, a Secretaria Municipal de Transportes deverá abrir o canteiro da avenida Francisco Rodrigues Filho, no Nova Mogilar, para que o motorista que segue pela avenida Antonio Almeida com destino a César de Souza não precise mais ir até a rotatória Kazuo Kimura (Habib’s) fazer o retorno a fim de acessar o distrito. No último final de semana, os agentes iniciaram a instalação do semáforo onde a intervenção começará a ser feita. Segundo a pasta, o cumprimento do prazo, porém, está condicionado à condição climática do mês, tendo em vista que as chuvas atrapalham o andamento das obras.

Melo comentou ainda outra alternativa para o trânsito que trava sobretudo a partir das 7 horas, quando o motorista pode levar até 40 minutos para chegar à rotatória vindo da região leste da cidade (Sabaúna, Botujuru e César), via Francisco Rodrigues Filho, a partir da rotatória próxima ao Parque Centenário. A proposta visa garantir a fluidez do tráfego, que ainda que recebe os motoristas vindos de diversos condomínios, shopping, duas universidades e do terminal rodoviário, e integra o projeto +Mogi EcoTietê. Trata-se da transformação da rotatória Kazuo Kimura em um cruzamento.

“Agora nós aguardamos a liberação do Senado porque o recurso internacional precisa de aprovação deles, mas está dentro do prazo”, destacou o prefeito. A proposta já foi aprovada no Banco de Desenvolvimento de Américas Latina (Caf).

O prefeito também falou sobre o projeto aprovado na Câmara Municipal que libera a doação da área do Centro Esportivo do Socorro ao Serviço Social do Comércio (Sesc). A expectativa do prefeito é de que a matéria retorne ainda essa semana ao Executivo. “Quero pedir uma agenda com o presidente do Sesc para fazer a entrega pessoalmente e agilizar para que a unidade provisória comece a funcionar o mais rápido possível na cidade”, destacou.

Deixe seu comentário