Biblioteca de Mogi faz 68 anos com eventos especiais

Biblioteca Municipal tem programação especial neste mês / Foto: Eisner Soares
Biblioteca Municipal tem programação especial neste mês / Foto: Eisner Soares

A Biblioteca Municipal Benedicto Sérvulo de Santana dá início nesta sexta-feira (3) à programação especial em comemoração ao aniversário de 68 anos de atividades – que serão completados neste domingo (4). Trata-se de uma agenda focada na arte literária, mas que também passeará por outros segmentos, como a música e o teatro, e que ocupará não só a biblioteca em si, como todos os espaços do Centro Cultural de Mogi. Os eventos se estenderão ao longo deste mês, com entrada gratuita.

A primeira atração será hoje, às 19 horas, na Sala Multiuso Wilma Ramos. A mestre em Educação e educadora da Secretaria Municipal de Educação, Diane Motta, vai lançar o livro “Net Leitura – Net Escrita nas série iniciais: novas possibilidades pedagógicas”, que aborda a inclusão digital nas escolas não só por meio da instalação de computadores, como com a formação e o preparo dos professores para fazer uso desta ferramenta. A autora também fará uma sessão de autógrafos e comandará um bate-papo sobre o tema que já pesquisa, aborda e aplica no dia a dia da profissão há anos.

Já a partir de domingo, dia do aniversário da Biblioteca, será aberta, no espaço Ilda Veri Lopes, uma exposição de livros pertencentes ao acervo da Biblioteca Municipal que possuem características peculiares, tornando-os curiosos, notáveis e até mesmo raros. Acompanhando cada título estará um breve histórico sobre a publicação, com detalhes como dedicatórias, traduções e afins. A mostra ficará aberta ao longo de junho, juntamente à nova cafeteria do Centro Cultural.

Além disso, o domingo contará com a apresentação da peça infantil “O Rio Que Sumiu”, da Cia. de Teatro É No Ato. O espetáculo tem como personagem principal o rio que, na trama, não suportando mais o ataque de tantos inimigos, agressão e poluição, decide sumir e ir em busca de um médico para se tratar. Na batalha pela sua preservação, o rio conta com a ajuda de alguns amigos, como a senhora Meio Ambiente, o senhor Mixto, o Dondinha (protetores das florestas), a vovó Costureira do buraco na Camada de Ozônio, a fada Fresca e o Dr. Tin Tam Tam (médico chinês especialista em pulmões dos rios).

Juntos, eles lutam contra os inimigos da natureza, como o terrível Zé Fabriquinha, o Sr. Efeito Estufa, e os vilões da saúde. O objetivo é levar entretenimento e conscientização ambiental por meio da arte e de atividades lúdicas, educativas e recreativas (oficinas). A apresentação será às 11 horas.

Outro evento, que acontecerá no próximo dia 15, é o Poesia Musicada, um projeto comemorativo que consiste em musicar poesias, numa parceria direta com os músicos e compositores locais, como Breno Pereira e Fernando Novaes. A ideia é que os músicos criem canções a partir de poesias escritas por poetas locais, uma experiência de reinterpretação da sensibilidade poética para a sensibilidade musical.


Deixe seu comentário