CASO

Borracheiro é preso após espancar a própria mãe em Guararema

DEFESA Rodinei contido pelo irmão Rogério e entregue à Polícia Militar. (Foto: divulgação)

A idosa Rosa Pereira Geraldo, de 67 anos, ainda se recuperava nesta terça-feira dos ferimentos causados no final da tarde do último sábado, por seu filho, o borracheiro Rodinei Pereira Geraldo Martins, de 38 anos. A violência doméstica seguida de lesão corporal dolosa qualificada foi cometida na casa da família, na rua Rio Grande do Norte, 248, no Jardim Dulce, em Guararema.

O acusado inicialmente foi a um bar na companhia de sua namorada. O casal havia discutido e se separou. Já embriagado, Rodinei voltou para casa e brigou com sua mãe Rosa Pereira, pois queria que ela dissesse onde se encontrava a namorada.

A violência foi tamanha contra a idosa que ela recebeu socos e pontapés. O borracheiro a empurrou na parede e Rosa caiu e sofreu um corte na cabeça.

O agressor foi detido pelo próprio irmão, Rogério Pereira Geraldo, operador de máquinas, de 49 anos. Ele foi entregue à equipe com o cabo Alencar e o policial militar Josias, da viatura 17.304. A idosa Rosa foi removida à Santa Casa local e ficou constatado que ela teve lesão na parte superior do couro cabeludo. A radiografia à qual ela se submeteu verificou que não sofreu traumatismo grave.

A Polícia Militar apresentou Rodinei Pereira ao delegado titular Denis Barbosa Miragaia Cintra, o qual com o apoio do escrivão Valmir Rocha, autuou o borracheiro em flagrante e o mandou para a Cadeia de Mogi.

Deixe seu comentário