PARADESPORTO

Bruno viaja em busca do ouro

Mogiano Bruno Pires vai competir na Special Olympics. (Foto: Divulgação)
Mogiano Bruno Pires vai competir na Special Olympics. (Foto: Divulgação)

O tenista mogiano Bruno Barbosa Bosquê Pires, de 35 anos, viaja amanhã para a República Dominicana onde tentará a tão sonhada medalha de ouro da modalidade tênis de campo (simples e duplas) da Special Olympics, que será disputada entre sábado e o próximo dia 17 , em Santo Domingo – República dominicana. Na sua última participação nesta disputa, ele obteve duas medalhas de prata na edição realizada em Los Angeles (EUA), em 2015. Sua preparação, mais uma vez, foi nas quadras de saibro do Clube de Campo de Mogi das Cruzes (CCMC), sob a supervisão do técnico Cláudio Roberto Pereira de Souza, para mais uma jornada esportiva internacional.

Bruno integra a delegação da Special Olympics Brasil, organização não governamental especializada em oferecer apoio a atletas com algum tipo de deficiência física. O mogiano, que possui deficiência na fala, mostra ano a ano que o problema não o impede de mostrar sua categoria nas quadras, a exemplo do que vem fazendo em outras competições das quais tem participado, sempre conquistando bons resultados, para alegria dos amigos, companheiros de treinamento e, em especial, de seus pais, Márcio Bosquê Pires e Maria do Carmo Barbosa Pires e do avô, o professor Angelo Pires, ex-delegado de Ensino de Mogi, muito conhecido por sua participação e incentivo a eventos desportivos da Cidade.

Bruno é sócio do CCMC há 22 anos, onde treina diariamente nas quadras de tênis. “Comecei a treinar o Bruno em 2007 e desde então convivemos quase que diariamente, pois, além dos nossos treinos, ele sempre está aqui no Clube batendo uma bola. Posso dizer, com segurança, que poucas pessoas que conheço amam tanto o tênis como ele. Personalidade forte, dedicado, companheiro e de um grande coração. Essas são algumas das muitas qualidades do Bruno, além de ser um grande talento no esporte, claro. O Bruno é um exemplo para todos, seja no esporte ou na vida. Estamos todos torcendo por ele”, comentou o técnico Cláudio Roberto.

A disputa programada para a República dominicana será o quinto torneio internacional na carreira de Bruno. Além de jogar no Estados Unidos, em 2015, ele atuou em Xangai, na China, em 2007; no ano de 2010 em San Juan (Porto Rico); e depois em Atenas, na Grécia, no ano de 2011.