MOGI-BERTIOGA

Buracos são problemas em acesso a bairros de Mogi das Cruzes

PRECÁRIA Rua de passagem de automóveis, ônibus e motos, a Kikuji Iwanami precisa de melhorias no asfalto tomado por buracos. (Foto: Eisner Soares)
PRECÁRIA Rua de passagem de automóveis, ônibus e motos, a Kikuji Iwanami precisa de melhorias no asfalto tomado por buracos. (Foto: Eisner Soares)

No Residencial Caminho do Mar, em uma rua com menos de 700 metrosde extensão, os motoristas precisam desviar de dezenas de buracos. A via em questão é a Kikuji Iwanami, que tem entrada pela rodovia Mogi-Bertioga e faz ligação com bairros como Conjunto São Sebastião, Parque Morumbi e Vila da Prata. O local recebeu serviços em pontos específicos, mas a maioria das cavidades permanece.

Nesta rua, Silvia Cristina Pereira é proprietária de um bar há 24 anos. Ela acredita que desde então o movimento na região cresceu muito e, atualmente, a quantidade de veículos que passa por ali é a maior que ela já viu em todo este tempo. Por isso, acredita que a melhoria no asfalto seja extremamente necessária. “Nós já fizemos vários pedidos para que algo fosse feito, mas a Prefeitura nunca veio arrumar. As partes onde refizeram o asfalto foi particular, por parte de uma empresa”, disse.

Isso porque ao final da rua fica a garagem de uma empresa de ônibus, que tapou alguns buracos com verba própria, segundo a comerciante. Ela afirma ainda que são esses mesmos veículos que acabam causando as depressões no asfalto e também circulam por ali em alta velocidade.

Além de ser uma via de passagem também para muitos carros e motos, a Kikuji Iwanami é utilizada por crianças que vão ou voltam de unidades de ensino localizadas em bairros dos arredores, como a Escola Municipal Professor Lázaro Gonçalves Teixeira, no Conjunto São Sebastião, e a Escola Estadual Professora Sueli Oliveira Silva Martins, no Parque Morumbi.

“Para evitar que algum acidente venha a acontecer por aqui, entramos com pedido para que fosse colocada lombada, que é uma maneira dos carros passarem mais devagar. Mas ele não foi atendido, porque o que a Prefeitura nos respondeu é que aqui nunca acontecem acidentes ou qualquer ocorrência. Mas, então, o que perguntei é se eles vão esperar acontecer alguma coisa antes de tomar previdência. Não têm muitas crianças o dia inteiro, mas existem os horários de pico e aos finais de semana elas também ficam brincando aqui na rua”, reclamou Silvia.

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos informou que já estão programadas para a próxima semana frentes de manutenção de asfalto nessa região e que, desta forma, a rua Kikuji Iwanami será contemplada. Sobre o pedido de implantação de lombada, a Secretaria Municipal de Transportes disse que fará estudos de viabilidade, conforme normas do Código de Trânsito Brasileiro.

Deixe seu comentário