REPERCUSSÃO

Caminhões estacionados na avenida das Orquídeas esperam para descarregar; não há ligação com greve

REAÇÃO Ao contrário de boatos relacionados a nova greve, caminhões estacionados na avenida das Orquídeas aguardam descarga em empresa mogiana. (Foto: Natan Lira)

O grande número de carretas estacionadas às margens da avenida das Orquídeas, próximo à rotatória para quem sai do viaduto Argeu Batalha e a rua David Bobrow, no distrito de Braz Cubas, chamou a atenção de quem passou pelo local nos últimos dias, e lembrou a paralisação da categoria, em maio do ano passado. No entanto, trata-se de uma grande aquisição de minério para gesso feita pela empresa Placo do Brasil, instalada na Avenida Francisca Valentina Freire Borenstein, na Vila São Francisco.

Na manhã desta quinta-feira (12), quando a reportagem de O Diário esteve no local, havia mais de trinta veículos à espera para descarregar. Entre eles o do caminhoneiro Cleomar Graciano. Ele deixou o Pernambuco no domingo, passou quatro dias na estrada até chegar a Mogi, e só aqui ficou sabendo que enfrentaria uma fila para descarregar. A previsão é para este sábado (14). A Secretaria Municipal de Transportes informou que a empresa e a pasta estão acompanhando a movimentação. Com o grande número de veículos, optou-se para que eles ficassem aguardando na avenida das Orquídeas, para evitar interferências no trânsito na Perimetral e região. Uma moto com agentes faz a segurança dos caminhões. Há caminhoneiros que deverão fazer a entrega somente amanhã.

No entanto, nos últimos dias, portais e grupos de Whatsapp destacavam a possibilidade de uma nova greve da categoria a partir dos próximos dias.

A fila, na avenida das Orquídeas, nesta semana, não tinha relação com essas notícias.


Deixe seu comentário