ELEIÇÕES 2018

Candidata ao senado pelo PSDB, Mara Gabrilli quer ajudar os deficientes

Mara garante que vai priorizar políticas inclusivas. (Foto: Eisner Soares)
Mara garante que vai priorizar políticas inclusivas. (Foto: Eisner Soares)

A candidata a senadora pelo PSDB, Mara Gabrilli disse que pretende se eleger para o cargo para implementar as políticas inclusivas que possam garantir um melhor atendimento às pessoas com deficiência em todas as áreas. Além de lutar por mais investimentos em acessibilidade, ela quer ampliar a rede de reabilitação em Mogi e no Alto Tietê, buscar alternativas para facilitar a aquisição de próteses, órteses e cadeiras de rodas, estimular a inserção dessa população no mercado de trabalho, entre outras propostas.

Mara, que atualmente é deputada federal, acredita que vai conseguir mais espaço e maior representatividade como senadora para trabalhar pelas minorias e defender também os direitos e o fim da violência contra as mulheres. Depois de ter elaborado a Lei Brasileira de Inclusão (LBI), está agora empenhada em garantir o seu cumprimento nas mais diversas áreas. “Para começar, hoje uma pessoa com deficiência já tem que ser determinada só para sair de casa, porque as dificuldades são muitas. Vai precisar enfrentar o preconceito e todos os obstáculos com a falta de acessibilidade para os mais diversos tipos de deficiência. Isso tem que mudar”, comenta.

Ela destaca a necessidade de se avançar na questão do ensino, capacitar professores para atender as crianças com deficiência; investir na saúde para acelerar os diagnósticos; estimular novos projetos de tecnologia para melhorar a qualidade de vida e ajudar na reabilitação, entre outros.

Na opinião da deputada, que ajudou a trazer a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) para Mogi, “é inconcebível” nos tempos de hoje permitir que uma pessoa fique por cinco anos na fila para conseguir uma cadeira de rodas, como vem acontecendo no Município, onde a demanda só cresce a cada ano, com o envelhecimento da população.