ELEIÇÕES 2018

Candidato a deputado estadual, Juliano quer reforço da segurança

Propostas do candidato incluem as áreas de meio ambiente e combate à violência contra a mulher. (Foto: Divulgação)
Propostas do candidato incluem as áreas de meio ambiente e combate à violência contra a mulher. (Foto: Divulgação)

Depois da experiência de ter sido vereador e eleito para o cargo de vice-prefeito de Mogi das Cruzes, Juliano Abe decidiu avançar e galgar novos degraus em sua carreira pública. Ele assumiu neste ano um outro desafio ao se lançar na disputa por uma vaga a deputado estadual pelo MDB.

Abe, que tem a política em seu DNA, segue o mesmo caminho do pai, o deputado federal Junji Abe, que também passou pela Assembleia e Prefeitura de Mogi. A dobradinha formada com uma chapa pura proporcional pai e filho, “soma a experiência e a inovação para ampliar o trabalho nas mais diversas áreas em todo o Estado de São Paulo”.

Por se considerar conhecedor das demandas de Mogi e Região, ele acredita que pode trabalhar em prol das necessidades mais urgentes do Alto Tietê, sobretudo nas áreas de segurança púbica e combate à violência contra a mulher, com o fortalecimento da Patrulha Maria da Penha, projeto que implantou na Cidade. Tem ainda propostas de emprego e renda, saúde e habitação, com destaque ainda para o meio ambiente.

Com a campanha nas ruas, ele disse que está vivenciando a experiência de poder falar com as pessoas, não apenas para pedir votos, mas para mostrar o que ele já fez e apresentar novos projetos para a Cidade. Ele explica ideias dele que vêm sendo amplamente recebidas pelas pessoas que se dispõe a ouvir, o que já considera válido, porque quer mais do que somente o resultado das urnas. “Quero, sim, o impacto que uma campanha ficha limpa, sustentável, propositiva e participativa pode ocasionar, contagiando toda a sociedade”, disse.

O candidato, que também participa da elaboração do plano de trabalho do candidato a governador do Estado, Paulo Skaf, “para contribuir com políticas públicas de sucesso, implementadas atualmente em Mogi pelo hoje deputado federal Junji Abe e que perduram até os dias atuais, com a administração do prefeito Marcus Melo, que amplia e continua avançando”.

O candidato explica que o círculo do trabalho pode ser dividido em inovação e transformação, com propostas para avançar sem se esquecer do que já foi feito e conquistado. Ele considera importante estar focado no trabalho para atuar com eficiência e entregar ao povo aquilo que é mais precioso: a qualidade de vida, trabalhar com transparência total para dar informação necessária de todas as ações e priorizar a participação popular para ouvir as demandas de quem vive nas cidades.

Juliano Abe, 40 anos, é advogado, consultor ambiental, professor universitário e produtor rural. É mogiano, onde reside com a esposa e os filhos. Graduou-se em Direito e especializou-se em Gestão Ambiental, Direito Ambiental e Sistemas de Gestão Integrada. Em 2012 foi eleito vereador e em 2016 vice-prefeito, eleito em com quase 130 mil votos.

Meu voto vai para…

“Meu nome é Claudinei Salenco e sou empresário. Meu voto é do candidato a deputado estadual Juliano Abe porque conheço o trabalho dele desde o mandato como vereador. É jovem, arrojado e pé no chão. Advogados costumam ser bastante exatos e com ele não é diferente. Sempre admirei sua atuação como defensor da lei e como consultor ambiental. Acho essencial ter políticos que pensem em sustentabilidade e nas gerações futuras. Pelo o que acompanho dos trabalhos, é um cara que se dedica dia e noite ao que faz. Está sempre nas ruas: você o encontra na feira, nos eventos, nas obras, na casa das pessoas. Parece muito o Junji nisso.

E também vi algumas bandeiras interessantes que ele defende. Na segurança da mulher, ele trouxe a Patrulha Maria da Penha. Tem também a luta pela compensação financeira pela produção de água, os estudos para dar uma solução final para o nosso lixo, a defesa pelo período integral em todas as escolas… Esses são alguns dos motivos pelos quais voto no Juliano. Cada demanda que chega pra ele, ele ouve e trabalha para buscar uma solução”.