SINISTRO

Casa na Major Pinheiro Franco é destruída por incêndio

Advogados e bombeiros evitaram propagação do fogo. (Foto: Eisner Soares)
Advogados e bombeiros evitaram propagação do fogo. (Foto: Eisner Soares)

A casa do morador apenas identificado como Dirceu Rubens, localizada nos fundos do nº 278 da Rua Major Pinheiro Franco, no Centro, ficou destruída no final da tarde de ontem após o incêndio que foi debelado inicialmente pelos advogados Sylvio Alkimin e João Francisco da Silva, este último proprietário de um escritório ao lado do imóvel que pegou fogo. Logo depois surgiram equipes do Corpo de Bombeiros com três viaturas. As chamas foram extintas, sendo realizado o rescaldo. O fogo, cuja causa ainda é desconhecida, danificou a residência, móveis, documentos, equipamentos, roupas e outros objetos.

Segundo o criminalista Alkimin, “eu e o advogado João fazíamos uma reunião no meu escritório, situado na mesma rua, quando fomos avisados sobre o incêndio. Corremos para lá e chegamos a usar seis extintores para combater o fogo. Conseguimos ‘segurar tudo’ até os bombeiros chegarem”. De acordo com ele, “ninguém ficou ferido, o idoso Dirceu Rubens e a família não estavam em casa. O escritório do Dr. João ficou intacto”. O incêndio atraiu a atenção de vários curiosos.