CARTAS

Cemitérios

Espero que os vereadores mogianos que estão criando uma Comissão Especial para buscar soluções para os problemas dos cemitérios municipais não fiquem só na conversa e enrolação, como já aconteceu no passado, e façam algo de concreto pela cidade. Não é possível que um município do porte de Mogi tenha problemas de superlotação em seus campos santos, sem que se encontre uma solução rápida para o problema.
Não é possível que uma região como a de Mogi ainda não disponha de um crematório, algo que São José dos Campos e Guarulhos, nossos vizinhos, já dispõem há tanto tempo.

Onde está a visão dos nossos empresários e autoridades que ainda não se dispuseram a investir nesta área, fundamental para dar maior tranquilidade a todos.

Sérgio do Val Lebrão

Mogi das Cruzes, centro

Ginásios

Passando em frente ao ginásio municipal de Esportes Professor Hugo Ramos, no bairro do Mogilar, percebi que ao lado está sendo construído um novo ginásio de esportes, orçado em aproximadamente R$ 6 milhões.

Será que de fato se tem a necessidade dessa obra? Uma piscina semi-olímpica, uma pista de atletismo, uma academia, enfim, são tantas as outras necessidades de equipamentos esportivos que a cidade precisa, e a Prefeitura investindo em outro ginásio?!

É de se estranhar tamanha façanha. De quem foi a ideia de se construir esse novo ginásio?

A população foi consultada? Os atletas da cidade foram consultados? Gostaria que o secretário de Esportes desse maiores explicações sobre o asunto. Não para mim, mas para toda a população esportiva de Mogi das Cruzes.

André Luiz Santos

Andreluiz0512@uol.com.br