CARTAS

Cerol

Concordo plenamente com a proibição, em Mogi, da fabricação, comercialização e utilização do cerol. Volta e meia lemos sobre acidentes graves com esse tipo de brincadeira, principalmente durante as férias escolares. A multa de R$ 8.700,00 é pouca ainda. Deveria ser bem mais! Falando nisso, a multa por trotes no SAMU também deveria ser pesada. O valor de mais de R$ 1 bilhão em prejuízos é impressionante! Brasileiro é assim, só segue a lei quando pesa no bolso.

Rosival dos Santos (Rouxinol Mogi)

Mogi das Cruzes, SP

Vida boa

Nosso Código Penal é do tempo das cavernas, quando o Brasil enfrentava apenas alguns ladrões de galinha. Portanto, ver o STF novamente se reunindo para julgar se bandidos que roubaram bilhões dos cofres públicos devem ou não ficar livres, é de estarrecer. Se contarmos quantos jovens perderam a vida por optarem pelo narcotráfico, porque a educação não os preparou para uma vida digna, quantos morreram nas portas dos hospitais públicos, sucateados por falta de verba, falta de saneamento básico, estradas intransitáveis e por aí vai, esse é o saldo que a corrupção endêmica trouxe ao País, mas os bandidos que transformaram os cofres públicos em feira de troca, não merecem ficar presos quando julgados em segunda instância que, por si só, já foram colhidas provas suficientes. As outras servem apenas como revisoras. Mas o STF quer que sejam como Maluf que, quando preso, já estava tão velhinho que foi cumprir a pena em casa.

Beatriz Campos

beatriz.campos@uol.com.br

Deixe seu comentário