COMISSÃO ESPECIAL

CEV discute a situação de cemitérios na cidade

SITUAÇÃO Cemitério São Salvador registra maior volume de furtos. (Foto: arquivo)
Vereadores buscam soluções para problemas como a falta de sepulturas na cidade. (Foto: arquivo)

A Comissão Especial de Vereadores (CEV) dos cemitérios foi instalada na última quinta-feira na Câmara de Mogi das Cruzes. Ela será responsável por realizar estudos e apresentar sugestões acerca dos problemas que envolvem os cemitérios municipais. Uma das principais discussões diz respeito à capacidade da cidade para a realização de sepultamentos.

Na reunião, o vereador Pedro Komura (PSDB), presidente da CEV, ressaltou a necessidade de fazer um diagnóstico da situação atual da estrutuda destinada aos enterros dos mogianos. “Antes de propormos medidas efetivas, precisamos entender melhor os principais problemas dos cemitérios de Mogi das Cruzes”, ressaltou.

O secretário de governo Marco Soares e o diretor Percy Aparecido Gonçalves também participaram da reunião, representando a Prefeitura. Ambos exaltaram a importância da discussão e destacaram a necessidade de se encontrar soluções para aumentar a capacidade de sepultamento.

Na primeira , os vereadores e representantes da Prefeitura levantaram a possibilidade de criar um novo cemitério na cidade. Atualmente Mogi das Cruzes conta com três cemitérios muncipais: o de Sabaúna, o São Salvador e o da Saudade, além de um particular, o Parque das Oliveiras. Também foram discutidas as possibilidades de implantar um crematório na cidade e um cemitério vertical.

Como resolução, a Comissão Especial de Vereadores decidiu que, neste primeiro momento, enviará, via ofício, um pedido de informações à Prefeitura, pedindo dados sobre a situação atual dos cemitérios da cidade.

Os demais membros da comissão, Edson Santos (PSD) e Taubaté Guimarães (MDB) também participaram da reunião.

O Diário

O Diário

Deixe seu comentário