IMPRESSÕES

Chevrolet veste a picape S10 de “black tie”

Chevrolet S10 Midnight (2019)
O visual da S10 Midnight é totalmente dominado pela utilização da cor preta, que é destaque até na gravata símbolo da Chevrolet (Foto Luiza Kreitlon/AutoMotrix)

Originalmente, as picapes eram voltadas apenas para o transporte de cargas, ou seja, uma versão compacta dos caminhões. Enquanto veículos de trabalho, como também ocorre com os caminhões, geralmente nem eram dirigidas pelos proprietários e sim pelos seus funcionários. Mas esse tempo passou. Hoje, a versatilidade e o “espírito aventureiro” das picapes conquistam cada vez mais gente e atingem um público mais exigente e sofisticado, bem distante da proposta “proletária” original. É essa demanda que explica o lançamento da Chebrolet S10 Midnight, que chegou às concessionárias em maio deste ano. A mais nova versão da picape média harmoniza a robustez da motorização diesel com um visual imponente e estiloso, dominado por uma intensa utilização de tons negros.
Baseada na versão LT, a mais básica com motorização a diesel da S10, a Midnight conta com grades pretas, os faróis usam máscaras negras e as vistosas rodas aro 18 são pintadas de preto e calçadas com pneus Bridgestone Dueler II 265/60, mais voltados para o uso no asfalto. Até as “gravatas” da logomarca da Chevrolet, que aparecem no centro da grade frontal e na tampa traseira e são tradicionalmente douradas em todas as versões da picape, viraram “black-tie” na Midnight. Discretos emblemas nas portas e na tampa da caçamba ressaltam a “grife” da configuração. Faróis com iluminação diurna de LED e o “santo-antônio” integrado à caçamba foram “herdados” da versão topo de linha High Country.

Também no interior, a versão Midnight da picape da Chevrolet é totalmente na cor preta, inclusive o tetoi (Foto Divulgação)

Por dentro, a Chevrolet manteve o tom. Portas e teto são revestidos em cor preta, assim com os bancos, em tecido na tonalidade Jet Black. Apenas a “gravatinha” no centro do volante revestido de couro preservou a clássica cor dourada. De resto, painel e console seguem o mesmo estilo sem grandes firulas da S10 LT. Para não dizer que não há diferenças, emblemas com o logo da versão aparecem no friso que leva à maçaneta interna das portas dianteiras.
A versão Midnight compartilha o trem de força diesel adotado em toda a linha S10. O motor 2.8 litros gera 200 cavalos a 3.600 rpm e um torque de 51 kgfm a 2.000 giros, sempre associado ao câmbio automático sequencial de seis marchas, com modo manual acionável por meio de um botão na manopla do câmbio. A tração 4X4 pode ser ajustada pelo seletor giratório no console entre os bancos. Como nas outras versões 4X4 da S10, há três modos possíveis: 4X2 – com tração apenas na traseira, 4X4 – com tração integral – e 4X4 reduzida – tração integral com bloqueio do diferencial, para trajetos “off-road” mais radicais.
Principal novidade da linha 2019 da S10, a Midnight poderia ter surgido como uma série especial. Mas tornou-se um modelo intermediário entre as versões básicas 4X4 diesel da linha 2019 da picape. Até o preço de R$ 166.690 cobrado pela S10 Midnight fica estrategicamente entre os R$ 150.390 da LT, a versão diesel mais barata, e os R$ 176.090 da LTZ, bem abaixo dos R$ 185.990 da “top” diesel High Coutry – há ainda a série especial 100 Years (em homenagem aos cem anos da produção de picapes da Chevrolet no mundo), por R$ 187.590.

Estilo monocromático
Pela altura elevada, o acesso à S10 não é dos mais simples, apesar dos estribos laterais. Recorrer aos puxadores na parte interna das colunas dianteiras facilita o embarque. Uma vez lá dentro, é fácil notar que o visual “dark” da versão Midnight até que caiu bem na S10. O estilo monocromático do habitáculo conferiu um certo ar distinto à picape. Como é originária da versão LT, a S10 Midnight segue a tendência espartana, com predomínio de plásticos rígidos. Apenas a parte central do painel recebe um revestimento que simula couro. Já os bancos são em tecido preto, com bom aspecto mas sem maiores sofisticações.
Em termos de espaço, como qualquer picape média de cabine dupla que se preze, a S10 Midnight se habilita a levar cinco adultos sem maiores apertos, mas o passageiro do meio não conta com apoio de cabeça. Há boa quantidade de porta-objetos a bordo, todos bem posicionados e funcionais. O conforto em viagens é favorecido pelas suspensões bem calibradas, que têm a capacidade de absorver impactos sem comprometer a estabilidade em velocidades de estrada. O isolamento acústico é decente para o segmento e filtra os ruídos de rodagem e também do motor a diesel. A caçamba é bastante generosa, com capacidade de carga de 1.134 litros. Uma providencial capota marítima se encarrega de manter as bagagens da caçamba longe dos olhares cobiçosos.

A S10 Midnight é baseada na versão básica LT e vem equipada com motorização diesel 2.8 litros de 200 cv (Foto Luiza Kreitlon/AutoMotrix)

A S10 Midnight vem com ar-condicionado, comandos do controle de cruzeiro, assistente de partida em rampas e de frenagem em descidas, controles de estabilidade e de tração, airbags frontais, travas e vidros elétricos nas quatro portas com acionamento por um toque, sensor de estacionamento traseiro e a central multimídia MyLink2, com tela de sete polegadas, entrada USB e compatível com smartphones Apple e Android.
O volante revestido de couro conta com ajuste vertical, mas a ausência de ajuste de profundidade dificulta a tarefa de encontrar a melhor posição. Já conhecido e hoje praticamente onipresente na linha Chevrolet, o sistema OnStar oferece serviços de emergência, segurança, navegação, “concierge” e diagnóstico do veículo por meio de uma ligação feita por um botão localizado junto ao retrovisor para uma central de atendimento ou de informações no aplicativo para smartphone.

Ao volante
Hoje em dia, as versões a diesel da Chevrolet S10 proporcionam uma dirigibilidade similar à dos carros de passeio. Apesar de seu porte, trata-se de um veículo amistoso para quem dirige. A direção elétrica facilita as manobras. No trânsito urbano, o acerto da suspensão é bem correto. A oscilação da carroceria, típica dos veículos desse segmento, tornou-se mais suave do que a das primeiras S10 produzidas no Brasil, em 1995.
O motor 2.8 turbodiesel de 200 cavalos se entende bem com a caixa automática de seis velocidades e ambos fazem um trabalho eficiente, com passagens de marchas suaves, que liberam a força necessária para mover o veículo com o vigor solicitado pelo motorista. O motor enche rápido e entrega agilmente o torque máximo, que empurra a picape com força. Há um discreto atraso na reação do motor quando o motorista pressiona o pé direito no acelerador, mas nada que chegue a prejudicar a performance em ultrapassagens. A S10 ganha velocidade gradualmente, mas o conjunto mecânico é bastante competente para atingir e manter velocidades de cruzeiro sem dar sinais de esforço.

Versão Midnight da picape Chevrolet S10 vem com tração 4X4 e custa R$166.690 (Foto Luiza Kreitlon/AutoMotorix)

Para encarar trechos acidentados no fora-de-estrada ou subidas muito íngremes em pisos de baixa aderência, a tração 4X4 pode ser acionada de forma bem fácil, em um botão giratório no console central. A opção de tração reduzida com bloqueio de diferencial ajuda a tirar a picape das situações off-road mais complicadas e com baixíssima aderência. Durante a avaliação (dois terços em trajetos urbanos e o restante em estradas), o consumo cravou a média de 9,5 km/l. (Luiz Humberto Pererira/AutoMotorix)

Ficha Técnica
Chevrolet S10 Midnight

Foto:: Divulgação

Motor: Dianteiro, longitudinal, 4 cilindros em linha, 2.8 litros, 16 válvulas, injeção direta, turbo diesel
Potência: 200 cavalos a 3.600 rpm
Torque: 51 kgfm a 2.000 rpm
Câmbio: Automático de 6 marchas, com opção de tração traseira, tração integral ou tração integral com reduzida
Direção: Elétrica
Suspensão: Independente com braços articulados na dianteira e feixe de molas na traseira.
Freios: Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira
Pneus e rodas: 265/60 R18
Dimensões
Comprimento: 5,36 m
Largura: 1,87 m
Altura: 1,78 m
Entre-eixos: 3,09 m
Tanque: 76 litros
Capacidade de carga: 1.134 litros
Peso: 2.016 kg
Central multimídia: 7 polegadas, sensível ao toque, com Android Auto e Carplay
Preço sugerido: R$ 166.690