ATUALIZADO

Ciclista cai embaixo de máquina e morre atropelado em Mogi

A área do acidente foi isolada para pericia. (Foto: Eisner Soares)
A área do acidente foi isolada para perícia. (Foto: Eisner Soares)

O trânsito já congestionado normalmente nos finais de tarde na avenida Narciso Yague Guimarães, na altura da Igreja do Socorro, se agravou por volta das 16 horas. Um ciclista teria batido num ônibus, que parou no ponto, perdeu o controle, vindo a cair do lado esquerdo da pista, sendo atingido por uma máquina retroescavadeira, da Prefeitura Municipal. O ciclista, cuja identidade não foi revelada até o início da noite, teve a cabeça esmagada.

A Polícia Civil aguardava a Polícia Militar apresentar as informações após as 18h30 para registrar o homicídio culposo (sem intenção). Hoje, o delegado titular Argentino da Silva Coqueiro vai determinar a abertura de inquérito, no qual serão ouvidos o condutor da máquina da Prefeitura Municipal e testemunhas. Somente na conclusão do procedimento de Polícia Judiciária com os laudos já anexados, a autoridade terá condições de verificar quem causou a colisão.

A cena do corpo estendido no Socorro chocou comerciantes, pedestres e moradores das imediações, porém os maiores atingidos que ficaram irritados com o congestionamento gigante que se arrastou pela avenida e vias próximas e de acesso à Narciso Yague foram os motoristas.

A Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura de Mogi das Cruzes detalhou que “às 17h39, o local do acidente foi liberado pela Polícia Científica, após a conclusão da perícia que irá ajudar a esclarecer a circunstância em que aconteceu a colisão envolvendo a bicicleta e a retroescavadeira”.

Ainda de acordo com as informações oficiais, “todos os agentes foram empenhados para escoar o trânsito na medida do possível. O acidente aconteceu no horário de rush e na via que leva a César de Souza, que ao lado da avenida Francisco Rodrigues Filho, já enfrenta problemas diários no tráfego. A solução somente será viável após a construção de uma via alternativa dentro do projeto + Mogi Eco-Tietê”.