Cidades

Enriquecendo a Turma da Mônica (2)

Talvez essa “fraqueza” do Nimbus, tão comum a tantos leitores, aproxime o personagem ainda mais do público. Com possibilidade de falarmos (com propriedade) do...

Leia mais

Enriquecendo a Turma da Mônica (3)

Às vezes tenho que interferir para serenar os ânimos. Filmes policiais, dramas, aventuras, filmes com truques, ou simples reportagens já fazem parte do acêrvo...

Leia mais

Depois das águas…

Uma cortina escura, cinzenta, pesada, desliza pelo céu em direção à terra. Aqui e ali, riscos de prata recortam o chumbo do horizonte seguidos de um ribombo...

Leia mais

“Amanhecer…”

Galos cantam nas propriedades vizinhas. Passarinhos dão rasantes perto da minha janela, avisando com seus trinados, assobios, gorjeios, que para eles o dia e a...

Leia mais

O portão esquecido(fábula)

Era uma vez… um portão. Mas não era um portão qualquer, desses construídos sem cuidados no acabamento nem preocupação estética. Era um senhor portão de...

Leia mais

Ai, que medo!

Ah, os medos da infância, da mocidade, da vida. Mudam os motivos. Ficam os arrepios, os cabelos eriçados na nuca, a adrenalina. Provavelmente, os primeiros...

Leia mais

Correio elegante

Às vezes, pensam que sou um tal de Bidu, outro cachorrinho da minha raça que tem fotos e desenhos por todo o prédio. Até deixo que pensem. Bom para o Bidu, ser...

Leia mais

Tezuka-san, meu irmão temporão

Tezuka Osamu, o mestre dos quadrinhos e dos desenhos animados japoneses, não está entre nós desde 1989. Mas nos seus últimos anos de vida surgiu entre nós uma...

Leia mais

Tezuka-san, meu irmão temporão

Posteriormente, ele me levou às TVs locais para falar do nosso trabalho no Brasil e depois me apresentou a diversos colegas desenhistas. Foi um bom começo de...

Leia mais

A marrequinha Monet

Ando tirando umas fotos que, às vezes, resultam interessantes, curiosas, bonitas. Naturalmente, para um punhado de fotos que tiramos, como fotógrafos amadores...

Leia mais

Desencontros?

Ele amava o sol, Ela amava a lua. Ele sorria ao que não sabia, Ela contestava o que não conhecia. Ele imaginava o amor sem fim, Ela se angustiava com um amor...

Leia mais

O que é um muro?

Tenho um sobrinho-neto americano: o André, que mora e reina em Washington, junto com seu irmão mais velho, o Pedro. Nestes anos todos em que ele vem se...

Leia mais

Quem quer trocar de pai?

Troco meu pai por qualquer outro que: – Não seja tão mandão comigo; – Não me impeça de sair de casa na hora que eu quiser; – Não fique...

Leia mais

Os velhinhos

Final de ano, época de reflexões, de revisão de nossos atos, de calibrar expectativas. Um texto meu antigo cabe bem aqui. Eu o escrevi após ver na televisão...

Leia mais

Limpando a lista

Todo final de ano reviso minha agenda telefônica para eliminar os contatos que não têm mais relevância. Antes uma cadernetinha de endereços, hoje é em meu...

Leia mais

Não passarão.

“Acabo de completar 40 (quarenta) horas sem luz. Em Moema, bairro nobre da maior cidade da América do Sul.” O que o autor da frase quis dizer? a) que ele é...

Leia mais