CAGED

Comércio mogiano tem saldo positivo de contratações

O comércio, importante setor da economia local, contabilizou saldo positivo em 2019, segundo avaliação da ACMC – Associação Comercial de Mogi das Cruzes com base nos dados do CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e Emprego. O setor fechou o ano com um saldo positivo de 89 empregos ou 0,41% na relação entre admitidos e demitidos.

As estatísticas mostram que o comércio e a construção civil foram os únicos setores da economia local que tiveram resultado favorável no emprego no último ano.

“Essa retomada das contratações no comércio é fundamental para a sustentação dos negócios, pois é indicador do aumento da confiança de empresários e reflete diretamente na qualidade de vida e rendimento das famílias de nossa cidade”, pontua o vice-presidente da ACMC, Silvio José de Moraes. “A expectativa para esse ano é que o movimento de recuperação continue”, acrescenta.

Nas vendas, conforme balanço da Boa Vista Serviços, o movimento nos principais centros comerciais do País teve expansão de 1,7%. Em Mogi das Cruzes, as datas comemorativas, impulsionadas principalmente pela liberação dos recursos do FGTS, inflação sob controle e melhoria da confiança do consumidor, foram decisivas para o resultado positivo.

“Este é o segundo ano consecutivo com saldo positivo na geração de trabalho no comércio, setor que responde por 22% dos empregos formais e é o segundo maior empregador na cidade, com mais de 20 mil trabalhadores”, reforça o vice-presidente da ACMC.


Deixe seu comentário