INFORMAÇÃO

Comércio vai discutir mais vagas para estacionamento

PESQUISA Laboratório de Química utilizado pelos alunos da Escola Estadual Washington Luís, onde o cientista está caricaturado numa das paredes laterais. (Foto: Eisner Soares)
PESQUISA Laboratório de Química utilizado pelos alunos da Escola Estadual Washington Luís, onde o cientista está caricaturado numa das paredes laterais. (Foto: Eisner Soares)

Encontro com técnicos da Prefeitura acontece em meados do próximo mês

Alterações nas áreas de estacionamento controlado para ampliar o número de vagas disponíveis serão debatidas entre representantes da Prefeitura e do comércio, em meados do próximo mês, em encontros que serão intermediados pela Associação Comercial de Mogi das Cruzes. As mudanças deverão alcançar regiões como centro da cidade, Braz Cubas, Mogilar, Jardim Santista, Jardim Esplanada, Parque Monte Líbano e Centro Cívico. Os encontros acontecerão nos dias 13 e 20 do próximo mês, às 10 horas, na sede da entidade, à Rua Barão de Jaceguai, 674, centro. Para o diretor da ACMC, Roberto Assi, a participação dos comerciantes nestas reuniões será importante para que possam tomar conhecimento das propostas que serão apresentadas pela administração municipal, participar das discussões e também apresentar sugestões, já que se trata de um assunto polêmico e que reflete diretamente na vida do comércio mogiano. As alterações nas áreas de estacionamento controlado, com a implantação das vagas rotativas em mais ruas e avenidas mogianas fazem parte do contrato recém-assinado com a empresa Hora Park, responsável pelo controle das chamadas áreas de Zona Azul, como muitos insistem em chamar o antigo sistema, que agora recebe também inovações recentemente disponibilizadas,como os parquímetros que aceitam pagamento por cartão de débito e crédito. “A opinião dos comerciantes é fundamental para que a administração municipal tome as decisões sem prejuízos para a atividade empresarial e para que a cidade venha a contar com um sistema eficiente e justo de estacionamento”, garante o diretor.

Previdência

Mesmo não tendo votado individualmente, o deputado federal mogiano e vice-líder do PSD na Câmara Federal, Marco Bertaiolli, discursou em nome de seu partido, durante a aprovação do relatório da Previdência, na tarde de ontem. “O PSD vai votar ‘sim’ à nova Previdência. É a Previdência possível, a que o Brasil precisa para reativar sua economia, voltar gerar emprego e produzir renda. Existe um País parado lá fora, aguardando esta votação”, disse ele, ao defender ainda a inclusão de estados e municípios na reforma, nas próximas etapas da discussão do projeto.

No bloco

Uma curiosidade: Marco Bertaiolli, pertenceu ao mesmo bloco político do atual relator do projeto de reforma da Previdência Social, deputado federal Manoel Moreira (PSDB-SP). Isso aconteceu quando os dois eram parlamentares na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Conhecidos de longa data, os dois voltaram a se encontrar em Brasília, mais uma vez alinhados em torno de um mesmo tema.

Cuidado

Os mogianos que se utilizam da Rodovia Manoel Hyppolito Rego, a Rio-Santos, devem tomar cuidados especiais, na altura de São Sebastião, no Litoral Norte. O DER voltou a liberar, sem restrições, a circulação de caminhões de carga superdimensionados entre o Km 114 e Km120, naquela cidade. A decisão foi tomada após conclusão de obras em um talude que foi afetado pelas fortes chuvas de março último.

Suspensão

Por determinação do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, foi suspensa, por tempo ainda indeterminado, a entrega – marcada para ontem – dos envelopes com as propostas dos participantes do chamamento público para escolha da organização social que fará o gerenciamento dos programas Saúde da Família, agentes comunitários de Saúde, laboratório municipal, UBS do Alto Ipiranga, SIS- agendamento de consultas e a gestão de monitoramento à mãe mogiana. Esses trabalhos estão sob responsabilidade da Pró-Saúde e Cejam, cujos contratos vencem em breve.

Frase

A lei é como uma cerca. Quando é forte, a gente passa por baixo; quando é fraca, a gente passa por cima.

Heráclito (540 a.C. – 470 a.C.), filósofo pré-socrático considerado o “pai da dialética”