PROJETO

Construtora vai gerar 300 empregos diretos em empreendimento

Deverão ser gerados 300 empregos diretos a construção do residencial Morada Paulista, um empreendimento habitacional da MRV Engenharia que será efificado na Estrada Imperial, no Botujuru. A primeira fase do projeto prevê a entrega de 400 unidades. Ao todo, no local, serão erguidos 1.200 apartamentos.

“O empresário, quando vai investir, leva em consideração a receptividade e condições encontradas em uma cidade. E a Prefeitura apoia quem quer empreender em Mogi das Cruzes. A construção civil e toda cadeia resultante dela são um termômetro da atividade econômica de um país. Com investimentos nessa área, começamos a enxergar saídas para a crise pela qual o Brasil passa”, disse o prefeito Marcus Melo (PSDB), durante a apresentação do projeto que deverá gerar 900 postos indiretos de trabalho.

O diretor comercial da MRV, Sérgio Paulo dos Anjos, destacou a presença do grupo na cidade. “Este empreendimento será o primeiro de outros dois que lançaremos no próximo ano, num total de 1.200 unidades. Ficamos ausentes de Mogi por alguns anos. Ainda assim, hoje, 1 em cada 47 mogianos mora num MRV”, comentou o diretor.

As unidades terão dois dormitórios e com área total de 40,82m² ou 43,54m² ou 45,17m² aproximados..

Por meio de uma parceria entre a MRV e a Associação dos Servidores Municipais de Mogi das Cruzes (ASMMC), funcionários da Prefeitura e de setores como Semae, Iprem, Câmara Municipal e Consórcio Regional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Cresamu), terão benefícios na aquisição de uma unidade no residencial Morada Paulista. Serão concedidos desconto de 1% sobre o valor de tabela do imóvel e isenção de pagamento da escritura e do Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI).


Deixe seu comentário