INFORMAÇÃO

Conversas entre Gondim e Caio incomodam o PTB

É FOGO! Incêndio em matagal praticamente anula visibilidade do motorista na via que conduz até o portal de entrada do Real Park. (Foto: Eisner Soares)
É FOGO! Incêndio em matagal praticamente anula visibilidade do motorista na via que conduz até o portal de entrada do Real Park. (Foto: Eisner Soares)

Presidente Jair Araújo diz que partido não vai admitir decisões isoladas

O presidente do Diretório Municipal do PTB de Mogi das Cruzes, advogado Jair Araújo, parece não ter gostado nem um pouco da notícia divulgada por esta coluna, dando conta de que o ex-deputado petebista Luiz Carlos Gondim Teixeira e o vereador Caio Cunha (PV) estariam conversando sobre um tema mais do que trivial no atual momento político: as eleições municipais do próximo ano. Ainda que o noticiário nada tenha avançado além dos encontros entre dois antigos amigos, foi o bastante para que o presidente Araújo enviasse a seguinte mensagem à Informação: “Como faço diariamente, ao ler sua coluna, deparei com o artigo onde, em síntese, fazia relação de conversas entre Gondim (PTB) e Caio Cunha (PV) sobre futuras eleições. Na condição de presidente do PTB de Mogi das Cruzes, realçamos que as futuras eleições, sejam elas majoritárias ou proporcionais, serão sempre precedidas de discussão e reuniões com nossos correligionários, atendendo sempre o princípio nuclear da democracia e participação popular. Com efeito, diante deste desiderato, nosso partido tem como filosofia a decisão colegiada, não admitindo, em hipótese alguma, decisões isoladas de algum membro, fruto de entendimento do presidente estadual Campos Machado.” O comunicado do presidente Araújo, tudo indica, tem endereço certo: o ex-deputado Gondim Teixeira, apontado como um virtual candidato a prefeito de Mogi nas próximas eleições. Seja pelo PTB ou por algum outro partido, ao qual possa vir a se filiar. E a julgar pelos últimos acontecimentos, tudo indica que Gondim não terá vida fácil, se continuar no PTB. Senão vejamos: recentemente ele teve seu nome indicado como assessor do partido na Assembleia, com um salário irrisório, como foi publicado no Diário Oficial. Logo em seguida, a nomeação foi revogada, sob alegação de ter sido erroneamente divulgada. Gondim, à época, disse à coluna que outra publicação viria em seguida, corrigindo a primeira, já que sua tarefa seria cuidar da reestruturação do partido no Interior do Estado. Isso, até agora, ainda não aconteceu. E agora, pouco tempo depois, vem o “puxão de orelhas” do presidente municipal do PTB. Decididamente, algo está fora de ordem para Gondim na agremiação.

Sétimo dia

Três missas serão realizadas hoje por intenção do professor Jorge Nagle, que faleceu em Mogi, no último sábado. Além de São Paulo e Araraquara, onde ele atuou junto à Unesp, haverá celebração na Catedral de Santana, a partir das 19h30. A morte do educador, aos 90 anos, vítima de edema pulmonar agudo, levou o presidente do Conselho Superior da Fundação Escolar de Sociologia e Política de São Paulo, Angelo Del Vecchio, a decretar luto oficial de três dias na instituição, da qual Nagle foi conselheiro, comparecendo religiosamente às reuniões das quartas-feiras, até os últimos dias de vida,

Com louvor

A colunista e crítica de televisão Patrícia Kogut, do jornal O Globo, do Rio de Janeiro, deu nota 10 para a cena que reuniu Carol Castro (Helena) e o mogiano Eduardo Mossri (Faruk), em “Órfãos da Terra”, novela de Thelma Guedes e de outra mogiana, Duca Rachid, produzida pela Rede Globo e mostrada na região pela TV Diário. “Era drama puxado e eles fizeram com delicadeza”, afirmou a jornalista, na coluna que leva o seu nome, no mais importante jornal carioca.

Sem pretensão

A propósito de nota divulgada ontem por esta coluna, a ex-primeira dama Mara Bertaiolli enviou nota ao repórter dizendo-se “lisonjeada com a lembrança” de seu nome, e ressaltando que “o trabalho que desenvolvi por oito anos à frente do Fundo Social de Solidariedade e hoje como presidente da Associação Voluntariado de Mogi das Cruzes é uma ação absolutamente prazerosa, que tem como único objetivo melhorar a vida das pessoas e amparar quem precisa, num momento de fragilidade, frente alguma dificuldade”. E, por fim, garantiu: “Ressalto ainda que não tenho e nunca tive qualquer pretensão em ocupar cargo político”. Ah, bom…

Cidadão

Alvíssaras! O vereador Rodrigo Valverde (PT) conseguiu aprovar projeto de sua autoria concedendo o título de Cidadão Mogiano ao coordenador da Rede Nossa Mogi, professor Cláudio José Betzler, pelos serviços prestados à cidade na área da educação, entre outras. Paulistano de 36 anos, Betzler chegou em Mogi no ano de 1985, estudou na Escola Pedro Malloze e graduou-se em História pela Unesp, obtendo a pós-graduação em Direito Educacional, na Escola de Governo, ligada à USP. Atuou junto ao Instituto de Previdência do Estado de São Paulo (Iprem). Foi candidato a vereador por Mogi e atualmente coordena a Rede, entidade que se propõe a debater questões ligadas à cidade e sua gente.

Frase

Não fossem os amigos de infância e o espelho, a gente nunca saberia que está ficando velho.

Ziraldo, 87 anos, jornalista, desenhista, escritor e humorista brasileiro