CARTAS

Cumprindo promessas

Li a respeito das preocupações da Nova Dutra com os romeiros que seguem em direção a Aparecida usando os acostamentos da rodovia Presidente Dutra, num de seus trechos de maior movimento. Tais alertas fazem muito sentido, afinal, os acidentes estão aí para confirmar os riscos que correm essas pessoas que caminham às margens da concorrida estrada, num espaço que deveria ser exclusivo para os veículos que necessitam, por algum motivo, deixar a pista de rolamento, em razão de alguma emergência.

Mas o que também me chamou atenção foi o fato de a concessionária indicar a Rota da Luz como alternativa para quem se dirige à Basílica de Nossa Senhora Aparecida.Quem já passou por lá, sabe da total falta de infraestrutura para os usuários. Se pela via os riscos de um atropelamento são quase nulos, também é certo que há problemas de falta de segurança, além da ausência de locais de pernoite e até pontos adequados para alimentação dos peregrinos. Tudo isso sem contar que o trajeto, mesmo passando por belas localidades, eleva a distância até Aparecida em alguns bons quilômetros.

Ou seja, os nossos romeiros estão entre a cruz e a caldeirinha. Ou se se submetem aos riscos da Dutra, ou terão de caminhar muito mais, por uma região quase inóspita para cumprir suas promessas. Dessa forma, só resta pedir ajuda às forças superiores para cumprir tal percurso com sucesso.

Júlio Ferreira Martins

Mogi das Cruzes, Centro

Deixe seu comentário