RELATO

Da Itália, padre Thiago Cosmo pede que mogianos fiquem em casa

Padre Thiago detalha que a Itália, onde está desde 2016, vive uma atmosfera de impotência e luto. (Foto: arquivo pessoal)

A Itália, segundo epicentro do novo coronavírus, registrou 919 mortes na última sexta-feira. O recorde de óbitos em 24 horas no mundo. O país também já ultrapassa a barreira dos 9 mil mortos. De lá vem a orientação do padre mogiano, que desde 2016 mora no país europeu, Thiago Cosmo, para que as pessoas fiquem em casa, respeitando as orientações das autoridades sanitárias, sobretudo porque ainda não há como garantir de que forma a Covid-19 se comportará no Brasil – contágio, alcance e letalidade.

O religioso de 35 anos detalha que a Itália vive uma atmosfera de impotência e luto, pois enfrenta um inimigo invisível que, conforme afirmaram alguns líderes italianos e europeus, é o maior desafio depois da Segunda Guerra Mundial, relata. “De fato, é um grande desafio seja porque muitas pessoas morreram – e aqui é importante destacar que são pessoas, independentemente da idade; seja porque as relações humanas foram atingidas em cheio, pois, sabemos perfeitamente que o virtual não substitui a realidade”, pontua.

Thiago é pároco em uma pequena cidade chamada Pereto, no centro da Itália. (Foto: arquivo pessoal)

O país já completa a terceira semana de quarentena. De modo geral, Cosmo avalia que a população respondeu bem ao apelo do governo para permanecer em casa. Porém, como toda sociedade grande e complexa, ainda existem aqueles que optam por fazer as coisas a próprio modo. Com isso, ainda é muito alto o número de pessoas advertidas por não respeitarem a orientação do governo, mas há uma grande dedicação por parte de todos os segmentos da sociedade italiana em relação ao enfrentamento da pandemia.

Pároco em uma pequena cidade chamada Pereto, no centro da Itália, com cerca de 600 habitantes e a 60 quilômetros de Roma, o vilarejo montanhoso mantinha convivência bastante próxima e amistosa. No entanto, além da situação da pandemia em si, a saúde psicológica das pessoas passa por dificuldades, dadas as modificações nas relações humanas e suas manifestações. Ele também diz nunca ter imaginado celebrar uma missa sem a presença dos fiéis. O vilarejo não registrou nenhuma ocorrência de Covid-19, porém, na região já foram confirmados mais de 800 infectados, sendo 52 mortes. As previsões mais otimistas afirmam que em julho a vida voltará a sua normalidade.

Para ajudar as muitas pessoas que procuram por orientação espiritual, o padre criou um grupo em rede social para partilhar o evangelho do dia e algumas reflexões bíblicas, além de estabelecer horários comuns para as orações. A ação que começou com 15 famílias hoje já chega a 50.

“Além disso, tenho telefonado para as famílias e, principalmente, às pessoas idosas e que moram sozinhas. O padre, antes de ser um homem de possíveis grandes realizações, é aquele que está presente junto à comunidade, partilhando com ela dores e alegrias. Mais de 70 padres e religiosos morreram por causa da Covid-19: estes lidavam diretamente com enfermos ou eram capelães nos hospitais e ofereceram suas vidas dedicando-se fielmente para salvar outras”, ressalta.

Thiago Cosmo, que tão bem conhece a região, reforça que com a oportunidade de ficar em casa, as pessoas devem dedicar o tempo à família. Há ainda a oportunidade de descansar da rotina que tanto estressa, cultivando pensamentos saudáveis, lendo um bom livro ou, simplesmente, colocando a conversa em dia com pais, esposa, marido e filhos. Ele avalia que muito tempo dedicado às redes sociais aumenta a ansiedade e não permite ver a verdadeira beleza da vida, presente nas coisas simples.

Como religioso, ele aconselha dedicar um tempo à oração, independentemente da religião. A conversa com Deus, pontua, é oásis em meio ao ambiente hostil no cenário atual. “Escutar a voz de Deus nos dá clareza e serenidade para viver bem e nos faz atentos às necessidades do próximo. Estou certo que nós de Mogi das Cruzes e Alto Tietê, tão amigos do Divino Espírito Santo, podemos pedir a ele que renove a face da terra. Hoje, renovar a face da terra significa saúde, proteção e, acima de tudo, a renovação das nossas relações humanas. Vinde, Espírito Santo! Vinde e renovai a face da terra”, finaliza.


Deixe seu comentário