POLÍCIA

Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente impede ocupação clandestina em Suzano

A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente de Mogi das Cruzes e Região descobriu uma extensa área na estrada Adutora, km 24, no bairro da Quinta Divisão, em Suzano, que estava sendo preparado uma ocupação clandestina. “Havia parcelamento de solo urbano com abertura de ruas e demarcação de lotes, num local denominado Condomínio Pinheiro Velho”, disse ontem o delegado titular Francisco Del Poente.

De acordo com ele, os investigadores Carlos e Jorge, da equipe B, ainda apuraram que no local há ainda várias supressões de vegetações nativas, o que comprova crime ambiental.

Os policiais civis identificaram como responsáveis pela situação Joel Jorge dos Santos e Valdir Reis da Silva, sendo que eles foram apresentados ao delegado Del Poente e se tornaram autores de crime ambiental no termo circunstanciado que a autoridade mandou elaborar. Após a conclusão do documento que será encaminhado à Justiça, a dupla foi liberada.

Os acusados foram enquadrados no artigo 48, da lei 9605/98, que versa sobre impedir ou dificultar a regeneração natural de florestas e demais formas de vegetação. Os envolvidos no crime ambiental Joel e Valdir também responderão por parcelamento do solo urbano, conforme ordena o artigo 50, da lei 6766/79.

Na ação policial, o delegado Del Poente mobilizou os investigadores Cardoso (chefe), escrivão Ismael (chefe), o escrivão Rogério, além da equipe formada por Jorge e Carlos.


Deixe seu comentário