TRENS

Deputado pede verba para nova estação central de Mogi das Cruzes

A paralisação vai acontecer no dia 14, próxima sexta-feira, quando, a partir da zero hora. (Foto: arquivo)

A liberação de recursos de cerca de R$ 1,5 milhão para que sejam concluídos os projetos básicos e executivos da nova estação de Mogi das Cruzes, na área central da cidade, é solicitada pelo deputado estadual Marcos Damasio (PR) ao Governo do Estado. Em reunião ontem, o presidente da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Pedro Tegon Moro, informou ao parlamentar que a GPO Sistran Engenharia estava desenvolvendo os projetos, que foram paralisados devido ao contingenciamento de despesas. O engenheiro Marcelo José Brandão Machado comentou que a empresa já havia elaborado 50% do projeto.

“Este valor não é tão alto e creio que será possível a liberação para que, pelo menos, o projeto seja finalizado e tenhamos uma dimensão de quanto custaria a nova estação. Este passo também é importante até para nortear o governo quanto a possíveis Parcerias Público-Privadas (PPP), que é uma das políticas defendidas pelo governador João Doria”, argumentou Damasio.

Moro garantiu que das 94 estações, 15 têm potencial comercial para firmar parcerias e que Mogi das Cruzes está entre elas. A localização e o fluxo de passageiros, segundo o presidente, são atrativos a investimentos futuros e pode ser uma das saídas para tirar a nova estação do papel.

Segurança

Outra ação importante do deputado foi abrir um canal de comunicação entre a CPTM e os agentes de segurança, que pedem a regularização da carreira.

Acompanhando de Adalberto Andrade, diretor do Sindicato dos Policiais Ferroviários Federais do Estado de São Paulo, o parlamentar obteve de Moro o compromisso de uma agenda com os representantes da categoria para falar sobre as demandas dos profissionais e definir ações para regulamentar a carreira e a função dos agentes, algo que o grupo solicita há bastante tempo.

O deputado reforçou, ainda, diversos pedidos ao presidente da CPTM como os sanitários na estação de Braz Cubas, ao qual Moro se comprometeu em dar uma rápida resposta; a integração da rede ferroviária em Mogi com o cartão BOM; a modernização das demais estações de Mogi; melhorias em passarelas e escadas de estações da região como Aracaré e Calmon Viana.

O presidente informou que até julho serão entregues mais uma escada e o mezanino da nova estação de Suzano.