CARTAS

Deus, acima de tudo

Não é somente implicância não, virou patrulha mesmo. Os ministros do governo Bolsonaro não podem respirar, que lá vem a mídia detonar. Muito se fala agora no ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodrigues, por ter enviado um ofício às escolas finalizando com o slogan do presidente Jair Bolsonaro: “Brasil acima de tudo e Deus acima de todos”, como se fosse propaganda explícita. No entanto, durante oito anos o ex-presidente Lulla, usou o slogan “Brasil” com o “l” em vermelho e não vimos ninguém reclamar. Esse símbolo foi usado até em correspondências internacionais, fora propaganda massiva. Ninguém reclamou, ninguém contestou, ninguém chamou de propaganda, principalmente porque estava exaltando um deus (Lulla) que hoje cumpre pena por corrupção. Continuo preferindo o “Deus acima de todos”. Esse só transmite o bem!

Beatriz Campos
beatriz.campos@uol.com.br