CARTAS

Direitos do cidadão

Quando finalmente o brasileiro acordou para os valores que paga em impostos e o que recebe de retorno e do exponencial aumento da corrupção nos últimos 16 anos, virou praxe circularem vídeos pela internet de corruptos sendo achacados por cidadãos indignados. São vídeos em aviões, aeroportos, restaurantes, resorts e até no exterior. Para evitar ações judiciais – porque hoje todos se protegem, como fez o presidente da câmara Rodrigo Maia em plenário, ao se esconder com o constrangimento passado pelo petista José Guimarães numa aeronave –, ao nos confrontarmos com algum corrupto deveríamos apenas filmar que estamos saindo, ou trocando de assento, unicamente porque não queremos ficar no mesmo local daquela pessoa.

O cidadão pode ir, vir, ficar, mas expressar seu direito de reagir ao ódio com educação!
Beatriz Campos
beatriz.campos@uol.com.br

Deixe seu comentário