REGISTRO

Documentário ‘Serráqueos’ mostra as riquezas e belezas da Serra do Itapeti

Documentário mostra a vida na Serra do Itapeti.
Documentário mostra a vida na Serra do Itapeti.

Reconhecida como patrimônio ambiental, arqueológico, paisagístico e cultural  que liga as cidades de Mogi das Cruzes, Guararema e Suzano, a Serra do Itapeti é o fio condutor do documentário Serráqueos, primeira produção cinematográfica financiada com recursos da Lei de Incentivo à Cultura de Mogi das Cruzes. A obra dirigida pelo cineasta Rodrigo Campos vai retratar as riquezas dos 5,2 mil hectares de extensão, a exuberância da fauna, flora e mananciais, e a necessidade de incentivar o sentimento de pertencimento das novas gerações. O filme será exigido em sessões públicas.

Mogiano, Rodrigo Campos começou as filmagens em agosto. A ideia da produção, no entanto, surgiu em 2015. “Li uma reportagem que falava sobre os moradores da Serra e o quanto eles se demonstravam apaixonados pelo lugar onde vivem. Comecei então a pesquisar mais sobre esse patrimônio natural da cidade e descobri coisas fascinantes como a variedade de espécies abrigadas, a zona de amortecimento e outros aspectos. No ano passado a Serra tornou-se uma Área de Proteção Ambiental (APA), mas mesmo com toda legislação, a região ainda sofre com problemas com relação a sua preservação. A ideia é mostrar esses olhares – dos moradores e das pessoas que acabam usufruindo da natureza de alguma forma e contar um pouco da história dessas pessoas, do ponto de vista delas em relação à Serra”, explicou. O termo “Serráqueos” foi cunhado pelo fotógrafo Jorge Beraldo, que registrou as imagens da reportagem à época.

A peça reúne pesquisadores e pessoas apaixonadas pela paisagem que se tornou um dos símbolos de Mogi das Cruzes. O Parque Natural Municipal Francisco Affonso de Mello – Chiquinho Veríssimo, a Gruta de Santa Terezinha, o Pico do Urubu, capelas, alambiques e outras propriedades particulares são apresentados no filme, com lançamento previsto para junho de 2020.

Serráqueos é a primeira produção cinematográfica financiada pela LIC, com patrocínio da CS Brasil, JSL, Colégio Santa Mônica, Quasar Transporte e Logística, Colégio Gutenberg e apoio do Veran Supermercados, BigFish Comunicação e Thor Drones.

Na assistência de direção está a jornalista Jamile Santana, produção de Renata Abreu, direção de fotografia de Lethicia Galo, assistência de fotografia de Geraldo Arcanjo, Alex Salti e Adriano Lourijola, filmagem aérea com drone de Thiago Secomandi e Orlando Junior, some mixagem de Alandson Silva, trilha sonora supervisionada pelo maestro Allan Caetano, montagem e finalização de Leonardo Scavone.

É possível assistir o teaser: https://www.youtube.com/watch?v=LnfLCSD6aPU&t=10s


Deixe seu comentário