CASO

Dois homens morrem em acidente na Via Perimetral de Mogi

DIÁRIO

A morte do eletricista Wellington Rodrigues Antônio, de 31 anos, e do vendedor Anderson Oliveira Santana, de 43 anos, no começo da madrugada de sábado, na Avenida Álvaro de Campos Carneiro (via Perimetral), na Vila Brasileira, passou nesta segunda-feira a ser investigada pela Polícia Civil. Os amigos morreram depois de o GM Prisma, dirigido por Wellington, se chocar com uma árvore.

Nas buscas realizadas no sábado, o delegado Daniel Miragaia e equipe do Distrito Central apuraram que outro veículo teria participado do acidente. Os dois ocupantes foram ouvidos e liberados depois de negar envolvimento. Contaram na delegacia que eles estavam juntos, beberam cervejas e foram embora, cada um em seu carro.

Um dos suspeitos que guiava um Fiat Siena afirmou apenas ter visto o acidente. Os acusados tiveram a identidade preservada porque nada ainda ficou comprovado contra eles. A Polícia Civil registrou a ocorrência como homicídio culposo (sem intenção) e embriaguez ao volante. Wellington residia no Alto do Ipiranga e Anderson Santana, na Vila Jundiai.

Homicídio

Em Suzano, o vigia Cleber Cardoso Domiciano, de 18 anos, foi preso pela Polícia Militar depois de matar a golpes de faca o cunhado, o raspador Marcelo Alves da Silva, de 46 anos. O crime foi cometido sábado durante churrasco na casa da família na rua Fernando Rego, 201, no bairro Miguel Badra.

A dona de casa Priscila da Silva, de 42 anos, contou ao delegado João Norman que o marido Marcelo dela deu pancadas na cabeça da irmã dele, Sueli Silva de Abreu, de 33 anos, e em Cleber, que pegou a faca e o matou.


Deixe seu comentário