ATUALIZADO

Dois mogianos morrem em acidente de trânsito no interior do estado

Acidente ocorreu na madrugada de domingo na rodovia Armindo Pilhalarmi. (Foto: reprodução - redes sociais)
Acidente ocorreu na madrugada de domingo na rodovia Armindo Pilhalarmi. (Foto: divulgação – A Voz das Cidades)

A Polícia Civil de Santa Albertina abriu inquérito nesta segunda-feira para apurar o acidente que resultou na morte dos violeiros mogianos Alessandro Silva e Rodolfo da Silva Franco. O veículo ocupado pelas vítimas se chocou com uma árvore e pegou fogo. Eles ocupavam os bancos dianteiros, não conseguiram se soltar dos cintos de segurança e morreram carbonizados. Já os dois passageiros, os quais não tiveram as identidades reveladas, mas seriam filhos do condutor do veículo, foram retirados das ferragens e seguem internados em estado grave no hospital da cidade. A tragédia aconteceu na madrugada de domingo daquele município, na rodovia Armindo Pilhalarmi, no trecho entre a região central e o espaço turístico conhecido como ‘prainha’ divisa de Minas Gerais.

O acidente abalou amigos e moradores da pacata Santa Albertina, assim como os parentes que residem em Mogi das Cruzes. Alessandro foi sepultado ontem no Cemitério da Saudade e Rodolfo no Cemitério São Salvador, no Parque Monte Líbano.

A Policia aguarda os laudos das necropsias emitidos pelo Instituto Médico Legal e pela Polícia Científica para adotar as primeiras medidas de Polícia Judiciária. Segundo os primeiros levantamentos realizados junto às testemunhas, a dupla de violeiros era muita querida.

Não se sabe ainda quem conduzia o veículo que havia sido comprado recentemente, mas um dos violeiros quis mostrar a potência do automóvel e ao fazer uma curva teria perdido o controle do carro que se projetou contra uma árvore. Uma das vítimas morreu no local, já a outra foi levada para o hospital da cidade, mas faleceu.

Deixe seu comentário