CARTAS

DPU fechada?

Lúcida ao extremo a posição do juiz federal Paulo Leandro a respeito do provável encerramento das atividades da unidade de Mogi da Defensoria Pública da União, cuja sede está localizada em César de Souza. Ao classificar tal situação como um retrocesso, a autoridade faz uma avaliação mais que realista do momento que estamos prestes a enfrentar. Afinal, o fechamento da DPU vai significar o fim do apoio que vem sendo dado a milhares de pessoas carentes que necessitam de respaldo jurídico em suas pendências com a União. Diz o jornal que mais de 800 pessoas são atendidas a cada mês por aquele setor. Como se trata de gente de baixa renda e de instrução reduzida, a quem esse pessoal irá recorrer, caso se confirme a desativação do setor em Mogi? É triste ver que uma iniciativa desse tipo tenha partido do governo central e, mais que isso, do próprio Ministério da Fazenda. Será que o governo estaria se sentindo incomodado com as ações desse grupo de pessoas que recorrem à Justiça para fazer valer seus direitos de cidadãos?

Pobre é o País que trata assim os mais necessitados. Nada justifica isso.

Está de parabéns o juiz que classificou como um retrocesso social tal situação que precisa ser revertida.

Cléo da Conceição Lopes

Mogi das Cruzes, SP


Deixe seu comentário