CARTAS

E a Perimetral?

Muito se tem comentado, nos últimos tempos, sobre os problemas existentes no trânsito da cidade. Eles realmente existem e merecem ser discutidos, sem dúvida.

Mas até agora ainda não vi ninguém fazer um comentário mais específico sobre uma questão que se arrasta na cidade desde os anos 80, quando o ex-prefeito Machado Teixeira executou a primeira etapa da avenida Perimetral, que seria parte de um anel viário de circulação destinado a retirar do centro da cidade o trânsito pesado e até os veículos leves que por aqui passavam direção a Bertioga e outros pontos da região.

Aos trancos e barrancos, bem ou mal, a nossa Perimetral foi avançando nos governos futuros até que a via iniciada no trevo de César de Souza se encontrou com a Mogi-Bertioga, após passar pela Mogi-Dutra, Mogi-Suzano e outros acessos importantes da cidade.

Só que simplesmente estancou na Mogi-Bertioga e pouco ou nada se fala sobre o avanço para alcançar a Mogi-Salesópolis e, de lá, atingir novamente o trevo de César de Souza, completando o anel. O que aconteceu: os últimos prefeitos se esqueceram da obra? Ou a consideram secundária?

Seja lá o que for, a conclusão do anel pode ser fundamental para a melhoria do nosso trânsito, pois criará novas opções aos motoristas. Está na hora de as obras serem retomadas.

Fica aqui a minha sugestão.

José Anatalino da Cunha

joca2012@live.com

Procurador

Com relação à polêmica indicação de Augusto Aras à Procuradoria Geral da República, um aviso para que o presidente Jair Bolsonaro nunca se esqueça: Moro e a Lava Jato continuam sendo nosso único farol.

Beatriz Campos

beatriz.campos@uol.com.br

Deixe seu comentário